Presidente peruano diz que Nobel a Vargas Llosa é ato de justiça

"O mundo reconhece a inteligência e a vontade libertária e democrática do escritor", disse Alan García

Reuters |

O presidente do Peru, Alan García, qualificou nesta quinta-feira como um "ato de justiça" o Prêmio Nobel de Literatura de 2010 outorgado ao escritor peruano Mario Vargas Llosa, na primeira vez que um Nobel é dado a um cidadão do país.

Ex-candidato presidencial, Vargas Llosa é o primeiro latino-americano a ganhar o Nobel de Literatura desde 1990, quando o prêmio foi concedido ao mexicano Octavio Paz.

"O mundo reconhece a inteligência e a vontade libertária e democrática de Vargas Llosa, e é um ato de justiça enorme que na verdade esperávamos desde nossa juventude", afirmou García em entrevista à rádio local RPP.

"Vargas Llosa é um extraordinário criador de linguagem, além de manter uma constância de trabalho de mais de 50 anos", acrescentou.

    Leia tudo sobre: MARIO VARGAS LLOSAPERUGARCIANOBEL literatura

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG