Obras de Cecília Meireles serão reeditadas

Títulos voltarão às livrarias a partir de janeiro; Manuel Bandeira e Orígenes Lessa também ganharão novas edições

AE |

AE
Cecilia Meireles em foto de 1959
Praticamente esgotada nas livrarias, a obra de Cecília Meireles deve ganhar novo fôlego a partir de janeiro. No início do próximo ano, alguns de seus mais importantes títulos, como "Romanceiro da Inconfidência" e "Ou Isto ou Aquilo", começam a ser reeditados.

Os lançamentos marcam a transferência da escritora - até então publicada pela Nova Fronteira - para a Global Editora. Além de Cecília, a Global também acaba de assumir os direitos de publicação de outros dois importantes autores brasileiros: Manuel Bandeira e Orígenes Lessa.

Neto de Cecília e agente responsável também pela negociação do espólio de Bandeira e Lessa, Alexandre Carlos Teixeira anunciou ontem os novos planos. Em um prazo de 40 meses, a editora pretende reeditar 38 volumes de prosa e poesia de Cecília Meireles. Está prevista ainda a edição de novos títulos voltados ao público infantil e jovem.

"Coisas a serem garimpadas no enorme baú que ela deixou", diz Luiz Alves Junior, diretor da casa editorial. Prevê-se ainda a publicação em novas plataformas, como e-books e audiobooks. Além da encomenda de biografias dos três escritores. "Estamos em busca dos autores", comentou Alves Junior.

De Manuel Bandeira, devem sair 23 reedições e 13 novos títulos. Até abril, os clássicos "Estrela da Manhã, Estrela da Tarde" e "Itinerário de Pasárgada" estarão disponíveis, todos lançados em volumes independentes e não no formato da coletânea Estrela Da Vida Inteira, que a José Olympio e, posteriormente, a Nova Fronteira popularizaram.

"Iremos desmembrar e retomar os livros originais, tais como foram concebidos", disse o diretor editorial Jeferson L. Alves. Além de poeta, Bandeira foi exímio cronista. Belos - e esgotados - livros de crônicas, entre eles "Andorinha, Andorinha" e "Flauta de Papel", também devem voltar às prateleiras.

Menos conhecido entre os três, Orígenes Lessa terá 34 obras reeditadas - além de sete novidades no forno. Neste caso, porém, muitos dos relançamentos terão um sabor de quase ineditismo. É o caso de "Omelete em Bombaim", seleta de contos que estava fora de catálogo há quase 40 anos.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG