Michel Houellebecq está são e salvo

Editor localiza o escritor dois dias após o surgimento de boatos sobre seu desaparecimento

iG São Paulo |

AFP
O escritor francês Michel Houellebecq
Contrariando os rumores sobre seu desaparecimento , como resultado de sua ausência em uma turnê literária agendada para esta semana na Holanda e na Bélgica, o escritor Michel Houellebecq deu sinal de vida.

Siga o iG Cultura no Twitter

De acordo com uma nota publicada no jornal francês "Le Figaro", Houellebecq teria admitido ao seu editor que esqueceu completamente sobre a divulgação de seu livro, "La Carte et le Territoire" ("O Mapa e o Território", em tradução livre), marcada para esta semana.

O autor, que atualmente vive na Espanha e faz questão de não utilizar telefones ou a internet, reagiu calmamente aos boatos de que havia sumido, afirmou o editor.

Em seu último trabalho, "La Carte et le Territoire", Houellebecq narra a história de um artista chamado Jed Martin, que se apaixona por uma bela russa chamada Olga e, após fazer sucesso pintando seus retratos, se envolve em uma investigação policial.

Apesar de ter até recebido prêmio pelo romance, o autor foi acusado de copiar e colar trechos inteiros da Wikipedia no livro. Posteriormente, em uma entrevista gravada postada pelo site da revista "Le Nouvel Observateur", Houellebecq classificou a acusação de plágio como "ridícula".

Esperado como uma das grandes atrações da 9ª edição da Festa Literária Internacional de Paraty (Flip) , ocorrida neste ano, o autor cancelou sua participação em maio , dois meses antes do evento, sem grandes explicações.

    Leia tudo sobre: Michel Houellebecq

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG