Mauricio de Sousa toma posse na Academia Paulista de Letras

"É evidente que quadrinhos são literatura", afirma presidente da APL ao iG

iG São Paulo |

Primeiro quadrinista brasileiro a integrar uma Academia de Letras, Mauricio de Sousa toma posse hoje da Cadeira 24 da Academia Paulista de Letras, durante uma cerimônia para convidados a ser realizada na própria APL, em São Paulo.

Eleito em 2 de dezembro de 2010, o inventor dos gibis da Turma de Mônica, que anunciou um pacote de séries de TV estrelado por seus principais personagens, foi elogiado pelo presidente da APL, Antonio Penteado Mendonça, que o recebe esta noite na sede da instituição.

"O Maurício chega como o melhor na sua área e é muito bem recebido pela Academia. Desde o primeiro dia após sua eleição ele tem sido um colaborador direto e próximo da diretoria, o que o faz muito bem vindo", afirmou, defendendo o pluralismo da Academia, que conta não apenas com poetas e romancistas, mas também juristas, médicos, engenheiros e filósofos.

Quando questionado sobre a discussão de histórias em quadrinhos serem ou não literatura, Antonio foi categórico, citando inclusive personagens de sua preferência, como Calvin, Snoopy, Mafalda, Asterix e Tintin. "É evidente que são literatura. E muitas vezes da melhor qualidade. Mais ainda, é desta literatura que o leitor salta para Dante, Machado de Assis e todos os grandes escritores e pensadores."

De acordo com o presidente, a posse de Mauricio de Sousa pode abrir as portas da APL e de outras Academias de Letras a quadrinistas.

    Leia tudo sobre: Mauricio de Sousa

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG