Marco Lucchesi é o novo membro da Academia Brasileira de Letras

Aos 47 anos, poeta e ensaísta é o mais jovem acadêmico e ocupará a cadeira número 15

iG São Paulo |

O poeta, ensaísta e tradutor Marco Lucchesi foi eleito hoje o novo membro da Academia Brasileira de Letras. Ele vai ocupar a cadeira nº 15, vaga desde 6 de novembro último, com o falecimento do Padre Fernando Bastos de Ávila.

Lucchesi recebeu 34 dos 38 votos possíveis (foram três abstenções e um voto em branco). Com 47 anos de idade, ele passou a ser o mais novo integrante da ABL. Compareceram à sessão 26 acadêmicos, nove dos quais votarem presencialmente. Houve 27 votos por carta.

O escritor era o único candidato à vaga. Gilberto Mendonça Telles, que estava na disputa, desistiu de sua candidatura há duas semanas.

Nascido em 1963 no Rio de Janeiro, Lucchesi publicou obras como "Meridiano Celeste & Bestiário", "A Memória de Ulisses", "Os Olhos do Deserto", "Saudades do Paraíso", "O sorriso do Caos", "Teatro Alquímico", "Faces da utopia", "A paixão do Infinito" e "Bizâncio".

A Cadeira nº 15 foi fundada por Olavo Bilac e tem como patrono Gonçalves Dias. Foi sucessivamente ocupada por Amadeu Amaral (1875-1929); Guilherme de Almeida (1890-1969); Odylo Costa Filho (1914-1969); Dom Marcos Barbosa (1915-1997) e Padre Fernando Bastos Ávila (1918-2010).

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG