Julian Barnes ganha o prestigioso Man Booker Prize 2011

Escritor inglês recebeu prêmio po "The Sense of an Ending", após três indicações

AFP |

Getty Images
Julian Barnes após receber o Man Booker Prize
O escritor Julian Barnes ganhou nesta terça-feira (18) o prestigioso prêmio literário britânico Man Booker Prize com seu último romance, "The Sense of an Ending" ("A percepção de um fim", em tradição livre), uma meditação sobre o envelhecimento e a memória, em cerimônia celebrada na prefeitura de Londres.

"Estou tão aliviado quanto encantado de receber o prêmio", brincou Barnes, de 65 anos. Após ter sido finalista por três vezes, ele finalmente acabou com um tabu e recebeu a premiação de 50 mil libras (R$ 138,6 mil).

Siga o iG Cultura no Twitter

Pouco antes, a presidente do júri, a ex-diretora do MI5 (serviço de inteligência britânico) e agora autora de 'thrillers' Stella Rimington, havia proclamado Barnes como ganhador por "The Sense of an Ending". o livro conta a história de um homem maduro que revive seus anos na escola através de um jornal herdado.

O popular escritor nascido em Leicester (centro da Inglaterra) e formado na Universidade de Oxford havia figurado três vezes anteriormente entre os seis autores pré-selecionados para o prêmio, com "Flaubert's Parrot" (1984), "England, England" (1998) e "Arthur & George" (2005).

O Booker se soma à longa lista de prêmios que Barnes - autor de 10 romances, três livros de contos e uma série de romances policiais escritos sob o pseudônimo de Dan Kavanagh - recebeu nos últimos anos.

O Man Booker Prize, um dos prêmios mais respeitados do mundo, é concedido anualmente à melhor obra de ficção em inglês de um autor originário da Comunidade Britânica ou da República da Irlanda.

    Leia tudo sobre: julian barnesman booker prizeliteratura

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG