Escritor Antonio Tabucchi morre aos 68 anos

Italiano estava em Lisboa, internado devido a uma longa doença

iG São Paulo com agências internacionais |

Reprodução
O escritor Antonio Tabucchi
O escritor italiano Antonio Tabucchi morreu aos 68 anos, em Lisboa, após uma longa doença, informou neste domingo o tradutor de sua obra para o francês, Bernard Comment.

Considerado um dos maiores autores italianos contemporâneos, Antonio Tabucchi escreveu obras como "Afirma Pereira" e "O Tempo Envelhece Depressa".

Autor de mais de 20 livros traduzidos para quase 40 idiomas, este romancista, professor universitário e ensaísta era o principal tradutor e promotor da obra do escritor português Fernando Pessoa em italiano.

Tabucchi estava internado no hospital da Cruz Vermelha. Segundo a mulher do escritor, Maria José Lancastre, o enterro acontecerá na próxima quinta-feira na capital portuguesa.

Nascido em Vecchiano, na Itália, em 24 de setembro de 1943, Tabucchi é autor de livros como "O Tempo Envelhece Depressa", "Afirma Pereira", "Está Ficando Tarde Demais" e "Tristano Morre".

Siga o iG Cultura no Twitter

No ano passado, envolveu-e em uma polêmica no Brasil. Foi convidado para participar da 9ª edição da Festa Literária Internacional de Paraty, a Flip, onde era uma das atrações mais esperadas. Mas, em junho, decidiu cancelar sua vinda.

De acordo com comunicado dos organizadores do evento, Tabucchi desistiu de viajar ao Brasil em função da decisão da justiça brasileira em relação ao caso Cesare Battisti , que teve seu pedido de extradição pelo governo italiano negado pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Leia também: Antonio Tabucchi não vem à Flip em protesto contra caso Battisti

Foi a segunda vez que o autor cancelou participação depois de confirmado. Tabucchi iria à Flip em 2010, mas devido a problemas de saúde não compareceu.

No cinema

Vários romances de Tabucchi foram adaptados para o cinema, como "Noturno Indiano" (prêmio Médicis estrangeiro, 1987), por Alain Corneau, e "Afirma Pereira", por Roberto Faenza, com Marcello Mastroianni como protagonista, o que contribuiu para o sucesso da obra.

Profesor de literatura portuguesa na Universidade de Siena (Italia) e romancista, Antonio Tabucchi foi articulista dos jornais Corriere della Sera e El País (Espanha). Foi um grande crítico do governo de Silvio Berlusconi.

Filho único de um vendedor de cavalos, Tabucchi, nascido em 24 de setembro de 1943 em Pisa, na Toscana, estudou Filologia Românica e, a partir de 1962, Literatura em Paris, onde descobriu o poeta Fernando Pessoa ao ler a tradução para o francês de um de seus poemas.

O entusiasmo com a descoberta o levou a estudar o idioma e a cultura de Portugal, que se tornou sua segunda pátria. Tabucchi estudou Literatura Portuguesa na Universidade de Siena e redigiu uma tese sobre o "Surrealismo em Portugal". Apaixonado por Pessoa, traduziu toda sua obra para o italiano, ao lado da mulher, que conheceu em Portugal.

    Leia tudo sobre: Antonio Tabucchiliteraturalivro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG