Cinzas de Saramago são depositadas aos pés de uma oliveira

Morte do celebrado escritor português completa um ano neste sábado

AFP |

As cinzas do escritor português José Saramago foram depositadas neste sábado aos pés de uma oliveira centenária, trazida de sua aldeia natal, Azinhaga do Ribatejo, e transplantada numa praça de Lisboa, no primeiro aniversário de sua morte, completado neste sábado (18 de junho).

AFP
Pilar Del Rio deposita as cinzas de José Saramago em uma oliveira
Os restos do Prêmio Nobel de Literatura 1998, falecido na ilha espanhola de Lanzarote aos 87 anos, descansarão em frente à "Casa dos Bicos", sede da Fundação José Saramago, que abrirá suas portas em novembro, na praça lisboeta Campo das Cebolas, às margens do rio Tejo.

Na presença de sua viúva e tradutora, a espanhola Pilar del Río, numerosas personalidades do mundo da cultura e da política, assim como admiradores, participaram da cerimônia concluída com homenagens ao autor de "O Evangelho Segundo Jesus Cristo" e "Ensaio sobre a Cegueira", entre tantos livros.

Um romance inédito que Saramago concluiu em 1953, mas que não quis publicar em vida, sairá à luz em Portugal no final do ano, anunciou nesta semana sua editora. Em 2008, a obra "Ensaio sobre a Cegueira" (1995) foi transformada em filme pelo diretor brasileiro Fernando Meirelles. O longa teve Julianne Moore e Mark Ruffalo como protagonistas.

O escritor, um dos maiores nomes da literatura contemporânea, também foi contemplado com um prêmio Camões. Entre as obras publicadas por Saramago, estão: "Manual de Pintura e Caligrafia" (1977), "Levantado do Chão" (1980), "Memorial do Convento" (1982), "O Ano da Morte de Ricardo Reis" (1986), "A Jangada de Pedra" (1986), "História do Cerco de Lisboa" (1989), "O Evangelho Segundo Jesus Cristo" (1991),"Todos os Nomes" (1997), "O Homem Duplicado" (2003), "As Intermitências da Morte" (2005) e "Caim" (2009).

Antes de morrer, Saramago lançou uma nova edição de "A Jangada de Pedra" e toda a renda arrecadada com as vendas foi revertida para as vítimas do terremoto no Haiti. O preço total do livro, 15 euros, foi doado ao fundo de emergência da Cruz Vermelha do país.

Apelido

José de Sousa Saramago nasceu no dia 16 de novembro de 1922, na aldeia portuguesa de Azinhaga, província de Ribatejo. Filho dos camponeses José de Sousa e Maria da Piedade, mudou-se para Lisboa aos 2 anos, onde viveu grande parte de sua vida. Em seu livro "As Pequenas Memórias" (2006), o escritor conta que Saramago era, na verdade, o apelido pelo qual seu pai era conhecido na aldeia, e também o nome de uma planta que serve de alimento aos pobres quando há escassez de comida.

Publicou seu primeiro livro, "Terra do Pecado", em 1947. Em 1980, lançou "Levantado do Chão", considerado seu primeiro grande romance. Em 1991, publicou o polêmico "O Evangelho Segundo Jesus Cristo", que foi censurado pelo governo português, levando o autor a se exilar em Lanzarote.

    Leia tudo sobre: Saramagoliteratura

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG