Autor do romance "O Leitor" processa a Weinstein Company

Bernhard Schlink afirma que não recebeu nada pela adaptação cinematográfica de sua obra

iG São Paulo |

Getty Images
O escritor alemão Bernhard Schlink
O escritor Bernhard Schlink, autor do livro "O Leitor", abriu um processo contra a Weinstein Company alegando não ter recebido nada pela adaptação de sua obra. O filme homônimo, que rendeu a Kate Winslet o Oscar de melhor atriz em 2008, arrecadou mais de US$ 100 milhões (R$ 173 milhões) em bilheteria.

Siga o iG Cultura no Twitter

De acordo com Schlink, o contrato assinado em 1998 com os irmãos Harvey e Bob Weinstein, proprietários do estúdio, garantia a ele algo entre 2,5% e 5% dos lucros do longa-metragem.
O processo aberto nessa semana no tribunal de Los Angeles alega quebra de contrato e ocultação fraudulenta, exigindo o pagamento mínimo de US$ 1 milhão (R$ 1,7 milhão).

Traduzido para o inglês em 1998, o romance alemão "O Leitor" conta a história de Michael Berg, um estudante de direito que reencontra sua grande paixão da adolescência acusada de atuar como guarda de campos de concentração nazistas. O livro foi o primeiro de língua alemã a integrar a lista de best-sellers do "The New York Times".

Essa não é a primeira vez que os Weinstein são processados por falta de pagamento. Em 2011 o cineasta Michael Moore entrou com uma ação exigindo o pagamento de US$ 2,7 milhões (R$ 4,6 milhões) pelos lucros não pagos do documentário "Fahrenheit 11 de Setembro".

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG