Anunciados os finalistas do Prêmio São Paulo de Literatura

Ganhadores nas categorias livro do ano e autor estreante levarão R$ 200 mil cada

iG São Paulo |

AE
Bráulio Mantovani, um dos finalistas do Prêmio São Paulo de Literatura
Foi divulgada neste final de semana a lista de finalistas da edição 2011 do Prêmio São Paulo de Literatura. Os vencedores nas categorias livro do Ano e autor estreante, serão conhecidos durante a cerimônia de premiação no Museu da Língua Portuguesa, em agosto. Cada um leva R$ 200 mil. Os concorrentes na categoria livro do ano são os seguintes:

Adriana Lisboa, "Azul-Corvo" (Rocco)
Carola Saavedra, "Paisagem com Dromedário (Companhia das Letras)
Evandro Affonso Ferreira, "Minha Mãe se Matou sem Dizer Adeus" (Record)
Joca Reiners Terron, "Do Fundo do Poço se Vê a Lua" (Companhia das Letras)
Miguel Sanches Neto, "Chá das Cinco com o Vampiro" (Objetiva)
Menalton Braff, "Bolero de Ravel" (Global)
Nelson de Oliveira, "Poeira: Demônios e Maldições" (Língua Geral)
Ronaldo Wrobel, "Traduzindo Hannah" (Record)
Rubens Figueiredo, "Passageiro do Fim do Dia" (Companhia das Letras)
Sérgio Mudado, "Os Negócios Extraordinários de um certo Juca Peralta" (Crisálida)

Na categoria autor estreante, concorrem as seguintes obras:

Andréa del Fuego, "Os Malaquias" (Língua Geral)
Bráulio Mantovani, "[Perácio] – Relato Psicótico" (Leya)
Eduardo Giannetti, "A ilusão da Alma – Biografia de uma Ideia Fixa" (Companhia das Letras)
Gabriela Guimarães Gazzinelli, "Prosa de Papagaio" (Record)
Helio Pólvora, "Inúteis Luas Obscenas" (Casarão do Verbo)
Luis Alberto Brandão, "Manhã do Brasil" (Scipione)
Marcelo Cid, "Os Unicórnios" (7Letras)
Marcelo Ferroni, "Método Prático da Guerrilha" (Companhia das Letras)
Marco Lucchesi, "O Dom do Crime" (Record)
Reni Adriano, "Lugar" (Tinta Negra)

Os finalistas foram selecionados entre 221 romances, sendo 104 de autores não estreantes e 117 de novatos. A premiação é concedida pelo Governo de São Paulo, por meio da Secretaria de Estado da Cultura. O anúncio aconteceu durante o IV Festival da Mantiqueira, em São Francisco Xavier.

Em 2010 os vencedores do Prêmio São Paulo de Literatura foram "A Minha Alma é Irmã de Deus", de Raimundo Carrero, como melhor livro do ano, e "Se Eu Fechar os Olhos Agora", de Edney Silvestre, como melhor obra de autor estreante.

Em 2009 venceram "Galiléia", de Ronaldo Correia de Brito e "A Parede no Escuro", de Altair Martins. Na primeira edição, em 2008, os premiados foram "O Filho Eterno", de Cristóvão Tezza e "A Chave de Casa", da estreante Tatiana Salem Levy.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG