Alan Moore assume interesse por quadrinhos digitais

Em entrevista ao jornal Guardian, britânico afirma: 'As possibilidades não foram utilizadas ainda'

iG São Paulo |

Conhecido por histórias em quadrinhos cultuadas, como "Watchmen", "V de Vingança", "Batman - A Piada Mortal" e "A Liga Extraordinária", o roteirista britânico Alan Moore revelou interesse pelas HQs em formato digital durante entrevista ao jornal Guardian.

"Não tenho nada contra esse formato, mas acho que é necessário repensar a utilização dessa mídia. A forma como as editoras lidam com o conteúdo online resume-se a transpor os gibis impressos. E essa não é a maneira como acho que deve ser feito", critica o autor.

Siga o iG Cultura no Twitter

De acordo com Moore, a forma como as histórias em quadrinhos são formatadas foram definidas pela tecnologia à disposição nos anos 1930.

"A linguagem das HQs existe pelo fato de você virar as páginas. E você pode programar para que o leitor, ao virar uma página, encontre um momento de revelação."

"O que estou dizendo é que as possibilidades nos quadrinhos digitais não foram utilizadas ainda. Antes de passar uma das minhas revistas para esse formato, quero pensar muito sobre as vantagens desse novo meio e as formas em que meu ofício de contar histórias teriam que ser adaptadas para melhorar o efeito final", explica.

"Tenho tido algumas ideias sobre isso. As pessoas não devem se surpreender se ouvirem algo sobre eu trabalhando com esse tipo de mídia", encerra.

    Leia tudo sobre: Alan Moore

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG