A perda do ano de 2010

Único escritor de língua portuguesa a ganhar o Nobel de Literatura, José Saramago morre aos 87 anos

iG São Paulo |

Apaixonado pela literatura e com opiniões fortes sobre temas espinhosos como religião e política, o escritor português José Saramago despediu-se de seus leitores em 18 de junho de 2010, por volta das 13h (horário local; 8h de Brasília), quando estava em sua casa, na cidade de Lanzarote, nas Ilhas Canárias, acompanhado da mulher, Pilar del Río.

Sua inquietude foi representada tanto pelas ideias de seus romances - como "Evangelho Segundo Jesus Cristo" e "Caim", em que reconta a vida de dois personagens bíblicos - quanto pela forma de escrever, caracterizada pelos períodos longos e pela pontuação quase inexistente em diversos momentos do texto. Essas características deram a Saramago o Nobel de Literatura em 1998 – até hoje, é o único autor de língua portuguesa a receber esse prêmio.

Autor prolífico, foi responsável por uma série de contos, peças, crônicas, poemas e até um blog, em que por dois anos exerceu seu olhar crítico em textos que abordavam política, religião e filosofia de maneira contundente e reflexiva - o autor nunca escondeu o fato de ser um "comunista hormonal" e crítico de não acreditar em Deus.

Um de seus romances mais celebrados, "Ensaio Sobre a Cegueira", foi adaptado ao cinema em 2008 pelo diretor brasileiro Fernando Meirelles. O filme, estrelado por Julianne Moore e Mark Ruffalo, conta a história de uma epidemia que deixa quase todas as pessoas cegas.

Após a morte de Saramago, foi lançado o documentário "José e Pilar", do português Miguel Mendes, que acompanhou o processo de escrita de "A Viagem do Elefante", passando por sua publicação e lançamento. A viúva do escritor, a jornalista espanhola Pilar Del Río, disse ao iG que o filme "tem cenas belíssimas, principalmente as que mesclam textos ou depoimentos do José".

À época de sua morte, Saramago escrevia um livro sobre a indústria do armamento. Seu destino, até o momento, ainda é um mistério.

    Leia tudo sobre: José Saramago

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG