Presidente cancela viagem ao Rio de Janeiro para participar de cerimônia em homenagem ao escritor

A presidente Dilma Rousseff cancelou a agenda que teria na manhã desta quinta-feira (24) no Palácio do Planalto e a viagem que faria a Angra dos Reis, no Rio de Janeiro, para participar do velório do escritor Ariano Suassuna no Recife.

A cerimônia acontece no Palácio do Campo das Princesas, sede do governo de Pernambuco. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não irá ao velório.

Homenagem: Corpo de Ariano Suassuna é velado no Recife
L eia também: Família e amigos dão adeus a Ariano Suassuna
S aiba mais: Com morte de Suassuna, ABL perde três imortais em um mês

Suassuna morreu na quarta-feira (23), às 17h15, de parada cardíaca, provocada por hipertensão intracraniana. Ele estava internado desde segunda-feira (21) no Real Hospital Português, após ter sofrido um acidente vascular cerebral (AVC) hemorrágico.

Leia também: "Brasil perde maior expressão da cultura popular brasileira", diz Campos

Nesta manhã a presidente receberia, às 10h, o diretor-presidente da empreiteira Odebrecht, Marcelo Odebrecht. Em seguida, às 12h30, partiria para Angra dos Reis, onde visitaria obras de integração da Plataforma FPSO (Unidade Flutuante de Produção e Descarga) Cidade de Mangaratiba, em Angra dos Reis. Dilma também visitaria o Estaleiro BrasFELS, onde são produzidas as sondas de perfuração do pré-sal.

De acordo com o Palácio do Planalto, depois de comparecer ao velório Dilma viajará para o Rio de Janeiro, onde visita as obras da Vila Olímpica, na Barra da Tijuca, erguida na área do antigo Autódromo de Jacarepaguá. À noite, a presidente volta para Brasília.

Com Agência Brasil

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.