Segundo equipe médica, quadro clínico do escritor é considerado grave, mas estável

O escritor Ariano Suassuna, 87 anos, está em coma e respirando com ajuda de aparelhos, segundo boletim médico divulgado nesta terça-feira (22) pelo Real Hospital Português. O quadro é considerado grave, porém estável.

O autor de "O Auto da Compadecida" foi internado na noite de segunda-feira (21), após sofrer um acidente vascular cerebral (AVC) hemorrágico . Foi submetido a uma cirurgia de emergência, na qual dois drenos foram colocados para controlar a pressão intracraniana.

O escritor está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e não há previsão de alta. No ano passado, Suassuna foi internado duas vezes, primeiro por causa de um infarto no miocárdio e, depois, por um aneurisma cerebral.

Nascido na Paraíba em 1927, Suassuna mudou-se para Pernambuco na década de 1940. Em 1947, escreveu sua primeira peça, "Uma Mulher Vestida de Sol".

Siga o iG Cultura no Twitter

Na década de 1950, produziu "Auto da Compadecida" (1955) e "O Santo e a Porca" (1957), duas das mais importantes da literatura brasileira do século 20.

Na década de 1970, lançou o Movimento Armorial, com o objetivo de criar arte erudita a partir de elementos da cultura popular, como literatura de cordel e música de viola. Seu livro "O Romance d'A Pedra do Reino e o Príncipe do Sangue do Vai-e-Volta", de 1971, é baseado nesses preceitos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.