Obra inspirou o filme "Os Dois Mundos de Charly", de 1968

O escritor Daniel Keyes
Reprodução
O escritor Daniel Keyes

O escritor norte-americano Daniel Keyes morreu no domingo (15), aos 86 anos.

De acordo com o jornal "The New York Times", ele foi vítima de complicações de uma pneumonia.

Sua obra mais famosa, "Flores para Algernon", foi publicada em 1959 e vendeu 5 milhões de cópias. A história de um homem com QI baixo que se transforma em um gênio foi levada ao cinema pelo diretor Ralph Nelson em 1968.

Siga o iG Cultura no Twitter

A adaptação, que no Brasil recebeu o título de "Os Dois Mundos de Charlie", deu o Oscar de melhor ator para Cligg Robertson.

Keyes nasceu em 9 de agosto de 1927, em Nova York. Outros de seus trabalhos são "The Minds of Billy Milligan" e o livro de memórias "Algernon, Charlie and I".


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.