Com homenagem ao quadrinista Laerte, Balada Literária reúne mais de 100 nomes

Por Aline Viana , especial para o iG |

compartilhe

Tamanho do texto

Evento tem início nesta quarta-feira, em São Paulo, com show de Fabiana Cozza

A oitava edição da Balada Literária começa nesta quarta-feira (dia 20), em São Paulo, com o cartunista Laerte Coutinho como homenageado e segue até o domingo. A programação reúne mais de cem artistas, entre escritores, músicos e artistas plásticos.

Siga o iG Cultura no Twitter

Luciana Dal Ri
O cartunista Laerte

“Na Balada, a gente celebra todas as formas de colocar a palavra e a arte em circulação. Quando você sai numa balada, você encontra todas as tribos, todas as pessoas. Ninguém marca uma balada para falar sobre a literatura no País, por isso que a Balada reúne gente de todas as áreas”, explica Marcelino Freire, criador e curador do evento.

Mais - Laerte: “Não estou na menopausa, porque não tenho ovários”

Depois de nomes como Tatiana Belinky e Raduan Nassar, Marcelino conta que escolheu o quadrinista Laerte como homenageado de 2013 porque buscava alguém ligado aos quadrinhos e à animação: “Logo me veio à mente o nome dele também por ser essa figura que de uns tempos para cá tem se envolvido cada vez mais com a militância homossexual. Estamos celebrando a diversidade”.

Mario Miranda Filho
O escritor Marcelino Freire, curador da Balada Literária

A escolha do cartunista norteou toda a programação: “Como o Laerte é artista gráfico, teremos uma guerrilha de quadrinistas no domingo, com a participação de Almicar Pina, Chiquinha, Rafa Coutinho, entre outros. Teremos uma mesa em que os participantes vão discutir como é trocar de gênero na literatura, com gente que começou como contista e depois foi para o romance, com o Cadão Volpato. Também teremos a Vanessa da Mata, que acaba de estrear como romancista e, então, também está trocando de área”, destacou Marcelino.

Os shows e palestras são gratuitos, e o ideal é chegar com antecedência – não há distribuição de senhas, valendo a lotação do local.

Veja abaixo os destaques da programação.

O evento será aberto às 20h da quarta, no Sesc Pinheiros, com o show “Cor, Ação do Brasil”, em que a cantora Fabiana Cozza homenageará o dia da Consciência Negra. Ela receberá convidados como Aloísio Menezes, Áurea Martins, Lucas dos Prazeres, Monarco da Portela, Sapopemba e Sérgio Pererê. A distribuição dos ingressos será feita a partir das 14h na bilheteria do Sesc.

Às 11h da quinta-feira, será realizada a mesa “Deus – Um encontro em homenagem ao cartunista Laerte”, na Livraria da Vila (unidade Fradique Coutinho), na qual o escritor Joca Reiners Terron conversa com Laerte, com a participação do também cartunista Angeli, do escritor João Silvério Trevisan e do jornalista Sérgio Gomes. No local, ainda há a exposição “O Gênero” na qual J.R.Duran fotografou escritores convidados, como Reinaldo Moraes e Andrea Del Fuego, transformados no gênero oposto.

Ainda na Livraria da Vila, às 14h o escritor João Silvério Trevisan é sabatinado na mesa “Mister G – Uma conversa sobre literatura e sexualidade”; às 18h, J.R. Duran e Paulo Lins, autor do livro “Cidade de Deus”, debatem na mesa “Capitão Douglas – Literatura pop e policial”, sob mediação de Jomard Muniz de Britto; e às 19h30 a cantora Vanessa da Mata conversa sobre sua trajetória como escritora com Ivana Arruda Leite.

Na sexta, às 11h, a mesa de abertura, “Overman – Quando os escritores mudam de gênero”, conta com os escritores Cadão Volpato, Carola Saavedra, Daniel Pellizzari e João Anzanello Carrascoza. Às 17h30, a mesa “Laertevisão – o novo jornalismo” tem participação de Bruno Torturra, do Mídia Ninja, Fred Melo Paiva, do programa “O Infiltrado”, e Leandro Sarmatz, escritor e jornalista. Já às 19h30, Gero Camilo estrela a peça “A Casa Amarela”, no Espaço Parlapatões.

No sábado, dia 23, os destaques da programação ficam na Biblioteca Alceu Amoroso Lima: às 17h o escritor Luis Bras media a mesa “Flying Cat – Voos literários”, da qual participam Eucanaã Ferraz, Noemi Jaffe e Luiz Passos, autores finalistas do Prêmio Portugal Telecom 2013. Na sequência, ainda haverá o “Menor Slam do Mundo”, com a participação especial do poeta Felipe Choco. E, a partir das 20h30, há o show “Paralelas”, com Alice Ruiz e Alzira.

No domingo, último dia da Balada, os eventos se concentram no Centro Cultural B_arco, em Pinheiros. Às 11h, na mesa “Miguelito – o exemplo portenho”, o argentino Washington Cucurto, criador da editora Eloísa Cartonera, será sabatinado por Allan da Rosa, Lúcia Rosa, Tenório Telles e Vanderley Mendonça. Às 14h30, a “Q – Balada”, traz várias atrações simultâneas: uma disputa-batalha de quadrinistas; o ator Paulo César Pereio sendo sabatinado por Luciana Miranda Penna, Marcella Lordy e Martha Nowill; e um show de Ademir Assunção e Mario Bortolotto, entre outras.

Na quarta-feira da próxima semana (dia 27), às 19h30, no Centro Cultural B_arco, acontece a tradicional "Ressaca Literária", na qual o músico e poeta Arnaldo Antunes conversa com os escritores Ferréz e Lourenço Mutarelli.

Locais:

Biblioteca Alce Amoroso Lima - Rua Henrique Schaumann, 777 – Pinheiros

Centro Cultural B_arco - Rua Dr. Virgílio de Carvalho Pinto, 426 – Pinheiros

Espaço Parlapatões - Praça Franklin Rosevelt, 158 – Centro

Livraria da Vila - Rua Fradique Coutinho, 915 – Pinheiros

Sesc Pinheiros - Rua Paes Leme, 195 – Pinheiros

A programação completa pode ser conferida em: http://baladaliteraria.com.br

Leia tudo sobre: balada literárialivroslaertemarcelino freire

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas