Em alta, Paulo Leminski volta às livrarias com coletânea de biografias

Por Fernando Antonialli , iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

"Vida" tem textos do autor sobre Cruz e Sousa, Bashô, Jesus e Trotsky

Após o sucesso da antologia poética "Toda Poesia", a Companhia das Letras relança outra obra do autor Paulo Leminski: "Vida", livro publicado pela primeira vez em 1990 e que reúne textos do escritor sobre Cruz e Souza, Bashô, Jesus e Trotsky

"Vida" manteve na capa a fórmula chamativa que foi apontada como uma das razões do sucesso de "Toda Poesia" - livro que superou "50 Tons de Cinza" no ranking de mais vendidos da Livraria Cultura em março. Se a antologia poética trazia a imagem do famoso bigode do autor em um fundo laranja, o novo livro usa um "amarelo marca-texto" e uma flor.

Leia também: "Pop", Paulo Leminski segue influente 24 anos após sua morte

Divulgação
O escritor Paulo Leminski


A biografia de Cruz e Sousa é a primeira das quatro presentes no livro. Porém, Leminski não se limita a contar a trajetória do poeta "negro branco", mas a utiliza como ponto de partida para analisar sua vida e obra. O estudo dos poemas e a busca por seus temas centrais agrada, deixando o texto menos burocrático e mais leve.

Divulgação
Capa do livro "Vida", de Paulo Leminski, lançado pela Companhia das Letras

Em seguida vêm as histórias de Bashô, poeta japonês mestre do haikai (arte também desenvolvida por Leminski), Jesus Cristo e Leon Trótski, revolucionário comunista russo. No texto que abre a publicação, o autor justifica a escolha dos biografados, que para ele representam "quatro modos de como a vida pode se manifestar".

Siga o iG Cultura no Twitter

O relançamento é mais um sinal do sucesso recente de Leminski, que também será tema de filme. Dirigido por Gustavo Tissot, "Paulo e Alice" contará o relacionamento entre o poeta e sua mulher, que se conheceram em 1968 em Curitiba.

Para Estrela Leminski, filha do autor, a obra do pai se mantém atual por dois motivos: "Ele tocou em questões fundamentais sobre a linguagem e sobre o ser humano e já estava atento a diversas formas de se comunicar e consumir arte", afirmou.

"A velocidade das informações, a arte de rua, a multimídia, tudo isso já estava presente na obra dele muito antes de existir internet", completou. "Uma pessoa tão prolífica quanto ele atinge todas as gerações e não passa em branco por ninguém".

Leia tudo sobre: paulo leminskividabiografia

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas