Britânica E.L. James fica na primeira colocação da lista da revista Forbes; James Patterson ("O Dia da Caça") e Suzanne Collins ("Jogos Vorazes") estão em 2º e 3º

Reuters

A escritora britânica E.L. James, autora da série erótica "Cinquenta Tons de Cinza", entrou para a lista da revista Forbes com os escritores mais bem pagos do mundo - e já na primeira colocação.

James, ex-executiva de TV, ultrapassou nomes habituais da lista, como James Patterson, Danielle Steel e Stephen King. Ela recebeu estimados US$ 95 milhões (cerca de R$ 218 milhões) no período de um ano encerrado em junho de 2013, graças à picante trilogia.

"O formato de livro eletrônico foi um fator crucial, dando aos leitores uma forma fácil de adquirir sequências cheias de sexo - e uma maneira discreta de lê-los em público", disse a Forbes.com.

Siga o iG Cultura no Twitter

Patterson ficou em segundo lugar, com um rendimento estimado em US$ 91 milhões (aproximadamente R$ 209 milhões). Suzanne Collins, de "Jogos Vorazes", aparece num distante terceiro lugar, com US$ 55 milhões (R$ 126,3 milhões).

O apresentador de TV Bill O'Reilly, autor de livros sobre os assassinatos de Abraham Lincoln e John Kennedy, veio em quarto, com US$ 28 milhões (R$ 64,3 milhões). Steel, autora de 128 livros, ficou em quinto, com US$ 26 milhões (cerca de R$ 60 milhões).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.