Mia Couto vence o prêmio Camões de literatura

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Escritor é o segundo moçambicano a receber mais importante distinção para autores de língua portuguesa, entregue pelos governos de Brasil e Portugal

Augusto Gomes/iG
O escritor moçambicano Mia Couto

O escritor moçambicano Mia Couto ganhou nesta segunda-feira (27) o Prêmio Camões, o mais importante da literatura portuguesa, que neste ano chega à 25ª edição.

Criado em 1988, o prêmio é entregue anualmente pelos governos de Brasil e Portugal a autores de língua portuguesa por sua contribuição à literatura.

Neste ano, o anúncio do vencedor foi feito no Rio de Janeiro, após reunião do júri no Palácio Gustavo Capanema, sede do Centro Internacional do Livro e da Biblioteca Nacional.

Aos 57 anos, Mia Couto é autor de obras como "O Voo do Flamingo" e "Terras Sonâmbulas", considerado um dos 12 melhores livros africanos do século 20. Filho de portugueses, ele nasceu em Beira, Moçambique, país de cerca de 20 milhões de habitantes no qual fala-se português e pelo menos outras 20 línguas.

Leia também: Para Mia Couto, Brasil é um tio rico, mas distante de Moçambique

Couto é o segundo autor moçambicano a vencer o Prêmio Camões, depois de José Craveirinha, em 1991. Brasil e Portugal já foram escolhidos dez vezes cada um, inclusive nas edições mais recentes (Maniel António Pina em 2011 e Dalton Trevisan em 2012).

A premiação também já escolheu dois autores de Angola e um de Cabo Verde.

Leia tudo sobre: mia coutoprêmio camõesliteratura

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas