"As bobagens ali são todas minhas, mas a vida, não", diz autora de "O Pintinho"

Por iG São Paulo , por Fernando Antonialli |

compartilhe

Tamanho do texto

Tirinhas que fazem sucesso na internet são publicadas em livro; leia entrevista com Alexandra Moraes

Foi em 2009 que um pintinho e uma galinha ganharam seus contornos e falas pelas mãos da jornalista Alexandra Moraes. Um ano depois, as tirinhas, que mostram diálogos inusitados entre mãe e filho, ganharam uma casa no Tumblr e, então, enontraram o sucesso: mais de 30 mil pessoas seguem a página. Agora o trabalho sai do online por meio do livro "O Pintinho", da editora Lote 42, que conta com uma coletânea de 80 quadrinhos.

O pintinho. Foto: Reprodução/Alexandra MoraesO pintinho. Foto: Reprodução/Alexandra MoraesO pintinho. Foto: Reprodução/Alexandra MoraesO pintinho. Foto: Reprodução/Alexandra MoraesO pintinho. Foto: Reprodução/Alexandra MoraesO pintinho. Foto: Reprodução/Alexandra MoraesO pintinho. Foto: Reprodução/Alexandra Moraes

"Fiz, com o pessoal da editora Lote 42, uma primeira seleção das nossas preferidas", conta ao iG Alexandra Moraes, sobre como selecionou, entre as mais de 400 publicações, as que iriam para o livro. "Foi uma triagem que tentou equilibrar algumas das tiras que eu achava melhorzinhas e aquelas que os leitores gostavam", conta. Elas, então, foram divididas em capítulos para formar a publicação.

Criado em 2010, o Tumblr "O Pintinho" atraiu um grande número de leitores que, para Alexandra, formam "um público, digamos, engajado e paciente, que me apoia até nas piores piadas". O site não conta com publicações periódicas, podendo passar uma semana sem tirinhas ou receber duas ou três em um curto espaço de tempo.

Contando as histórias de “um pintinho insolente e uma mãe indolente”, Alexandra busca na vida real alguma inspiração - já que é mãe de um menino de cinco anos - mas não para ai. "Tem alguma coisa, pouca, 'autobiográfica'. As bobagens ali são todas minhas, mas a vida, não", conta. 

Siga o iG CUltura no Twitter

Porém, Alexandra percebe agora a maneira engraçada de como a vida pode imitar a arte, mostrando que os personagens de suas tirinhas não são tão fictícios como parecem. "Uma situação curiosa é que eu vejo aparecer, aos poucos, na vida real, alguns diálogos que eu já usei nas tiras. Isso sim é assustador".

Coisas como passear pela rua ou dar uma volta de ônibus às vezes são o bastante para gerar material. Mas ela ainda tira sua maior inspiração do cotidiano: cuidar de uma casa, de uma criança, de outra pessoa, de contas e de outras situações. "Muita gente tem esse tipo de responsabilidade e encara apenas numa boa. Eu levo numa boa, mas ao mesmo tempo a coisa toda me parece absurda o bastante pra virar piada." 

Leia Também: Mães expressam visão nua, crua e bem-humorada da maternidade

Mostrando a relação de mãe e filho em situações que transitam facilmente entre o surreal e o real, a autora encontra um público que entende suas histórias e que, às vezes até as viveu. "Muito do retorno que eu recebo é um pouco nesse sentido, de reafirmar que 'é isso mesmo', que outras mães viveram aquelas situações". Uma visão divertida e realista da maternidade.

Lançamento - "O Pintinho"
Sábado (18 de maio), a partir das 16h20
Casa Prólogo (r. Bahia, 1.282, São Paulo)
tel. 11-3666-6055
Grátis

Leia tudo sobre: alexandra moraeso pintinhotirinhaslivroquadrinhos

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas