Livro sobre Coreia do Norte ganha Pulitzer de melhor ficção

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

'The Orphan Master's Son', de Adam Johnson, conquistou o prêmio na categoria que não teve vencedores no ano passado; saiba quais foram os outros homenageados

Tratando sobre a Coreia do Norte, e o regime totalitarista do país, o livro "The Orphan Master's Son", do americano Adam Johnson, conquistou o prêmio Pulitzer deste ano de melhor ficção. Os outros concorrentes da categoria eram "What We Talk About When We Talk About Anne Frank", de Nathan Englander e "The Snow Child", de Eowyn Ivey.

Professor de escrita criativa na Universidade de Stanford, Johnson passou algum tempo na Coreia do Norte para escrever seu livro. O autor queria mostrar como era ser uma pessoa comum naquele país, intuito que se reflete no nome de seu personagem principal: Jun Do (sonoridade semelhante a ´John Doe', equivalente a Zé Ninguém em protuguês)

Siga o iG Cultura no Twitter

Divulgação
Capa de 'The Orphan Master’s Son', ganhador do Pulitzer de melhor ficção

"The Orphan Master's Son" conta a história de Jun Do, sua criação em orfanatos, sua experiência em uma missão diplomática nos Estados Unidos e seu envolvimento com política. Os juizes do prêmio Pulitzer descreveram o livro como "um romance primorosamente contruído, que leva o leitor em uma jornada cheia de aventuras até as profundezas do totalitarismo na Coreia do Norte e aos lugares mais intímos do coração humano".

No ano passado, a categoria de ficção não teve vencedores, pois nenhum dos concorrentes conseguiu alcançar o número minímo de votos para conquistar o prêmio.

Outras categorias

A seção de Letras, Teatro e Música do prêmio, da qual ficção faz parte, conta ainda com outras seis categorias. Em Teatro, a vencedora foi Ayad Akhtar, com a peça "Disgraced". Em História, levou o prêmio Fredrik Logevall, com o livro "Embers of War: The Fall of an Empire and the Making of America's Vietnam". Biografia ou Autobiografia ficou com Tom Reiss e sua obra "The Black Count: Glory, Revolution, Betrayal, and the Real Count of Monte Cristo".

A vencedora por livro de Poesia foi Sharon Olds por "Stag's Leap", e o de melhor Não-Ficção foi para Gilbert King, com "Devil in the Grove: Thurgood Marshall, the Groveland Boys". Por fim, a ganhadora do prêmio de Música foi Caroline Shaw, por "Partita for 8 Voices".

O Pulitzer ainda conta com a seção de Jornalismo, com 14 categorias, das quais 4 foram para o The New York Times.

Com informações da BBC


Leia tudo sobre: The Orphan Master's SonAdam JohnsonPulitzerlivrosprêmio

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas