"Cem Anos de Solidão" e "Ulisses" estão entre os livros mais difíceis de se ler

Lista foi feita na Itália e inclui ainda "Pé na Estrada" e "O Pêndulo de Focault"

AFP |

AFP

Divulgação
Capa de 'Cem Anos de Solidão'

Os romances "Cem Anos de Solidão", do colombiano Gabriel García Márquez, e "Ulisses", do irlandês James Joyce, figuram na lista dos dez livros considerados "impossíveis de se terminar", segundo os leitores italianos.

Siga o iG Cultura no Twitter

Consultados por meio do jornal Il Corriere della Sera, pelo Facebook e pelo Twitter sobre as dez obras literárias que os leitores não conseguiram acabar de ler, os italianos se mostraram divididos.

Além dos autores já citados, na lista também figuram "O Pêndulo de Foucault", do semiólogo italiano Umberto Eco, e a autobiografia "Pé na Estrada", do norte-americano Jack Kerouac.

A ideia do jornal italiano de elaborar uma lista de "livros impossíveis" foi inspirada no jornal inglês The Guardian, que pediu a um célebre intelectual que enumerasse os dez livros mais difíceis de se ler até o final.

    Leia tudo sobre: gabriel garcía márquezjames joycelivrosliteratura

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG