Quino, o pai da Mafalda, completa 80 anos

Ícone das histórias em quadrinhos, cartunista argentino aposentou-se em 2009

EFE |

EFE

O cartunista argentino Joaquín Salvador Lavado Tejón, conhecido no mundo todo como Quino, o "pai" da Mafalda, completará nesta terça-feira (17) 80 anos.

Rodeado de parentes e amigos, Quino irá comemorar em Mendoza, sua cidade natal, o aniversário especial, de uma idade que "é uma temeridade", disse, parafraseando Jorge Luis Borges, em recente entrevista ao jornal local "Diario UNO".

Siga o iG Cultura no Twitter

Nascido em uma família de emigrantes espanhóis em 17 de julho de 1932, Quino estudou Belas Artes, mas logo se encantou pelo universo das histórias em quadrinhos. O argentino começou a publicar a tirinha "Mafalda" em 1964 na revista "Primeira Plana", sem imaginar que a menina irônica, questionadora e pacifista se transformaria em um ícone das HQs, e que suas aventuras seriam traduzidas a 30 idiomas.

Cansado da pequena Mafalda, Quino deixou de publicar a tirinha em 1973, mas recuperou o personagem para ilustrar campanhas a favor dos direitos da infância, até que, em 2009, o artista anunciou que deixaria de desenhar por um tempo para evitar se repetir.

Leia também:  Laerte em carne, osso e minissaia

Durante sua longa trajetória, Quino publicou vários livros e recebeu inúmeros prêmios, como o "Romics d'Oro", premiação máxima do Festival de História em Quadrinhos e Animação de Roma, em 2011, e o II Prêmio Ibero-Americano de Humor Gráfico Quevedos.

O desenhista tem o título de "Cidadão Ilustre de Buenos Aires" e concorreu ao Prêmio Príncipe de Astúrias da Comunicação e Humanidades.

    Leia tudo sobre: QuinoMafaldahistórias em quadrinhos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG