Morre Maurice Sendak, autor de "Onde Vivem os Monstros"

Celebrado escritor norte-americano de histórias infantis tinha 83 anos

iG São Paulo com agências |

O escritor norte-americano Maurice Sendak, celebrado autor e ilustrador de histórias infantis, morreu nesta terça-feira (08) aos 83 anos. De acordo com o jornal The New York Times, ele foi vítima de complicações de um infarto recente e estava num hospital perto de sua casa, no estado de Connecticut.

Divulgação
Ilustração de "Onde Vivem os Monstros", desenhado e escrito por Maurice Sendak
Nascido em Nova York, Sendak era conhecido principalmente pelo livro "Onde Vivem os Monstros" ("Where the Wild Things Are"), adaptado para o cinema em 2009, pelo diretor Spike Jonze ( assista ao trailer ). Inédito no Brasil até então, quando foi publicado pouco antes da estreia do longa-metragem, é considerado um clássico nos países de língua inglesa e vendeu cerca de 19 milhões de cópias desde seu lançamento, em 1963.

Getty Images
O escritor Maurice Sendak em foto de 2003
A trama conta a história de um garotinho, Max, que é mandado para o quarto de castigo e, vestido como um animal, começa a imaginar um reino a seu comando, cheio de aventuras e criaturas selvagens.

Sendak publicou mais de dez livros infantis escritos e ilustrados por ele mesmo. Entre eles estão "In the Night Kitchen", "Outside Over There" (que formam uma trilogia com "Onde Vivem os Monstros") e "The Sign on Rosie's Door".

Siga o iG Cultura no Twitter

Em setembro, "Bumble-Ardy", seu primeiro trabalho em 30 anos, sobre um porquinho órfão, foi lançado para entrar direto na lista dos mais vendidos nos EUA. Um trabalho póstumo, chamado "My Brother's Book", está previsto para fevereiro de 2013.

Produtor de televisão, diretor de arte e até figurinista, Sendak a princípio relutou, mas por fim aceitou o rótulo de autor infantil.

"Escrevo livros como um velho, mas neste país você precisa ser categorizado e acho que um garotinho nadando nu numa tigela de leite (como em 'In the Night Kitchen') não pode ser chamado de literatura adulta", disse Sendak na década passada à Associated Press. "Então escrevo histórias que parecem mais adequadas para crianças, e me sinto bem com isso. Elas são um público melhor e críticos mais duros. Crianças dizem o que pensam, não que acham que deveriam pensar."

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG