Lígia Cortez estreia Mulheres que Bebem Vodka em SP

Escrito pelo mexicano Victor Hugo Ráscon Banda, espetáculo tem Selma Egrei e Patrícia Gaspar no elenco

AE |

Divulgação
Elenco da peça Mulheres que Bebem Vodka
Com direção de Lígia Cortez, as atrizes Selma Egrei, Patrícia Gasppar, Martha Nowill, Maria Manoella, Regina França e Gina Monge compõem o elenco do espetáculo Mulheres que Bebem Vodka , texto inédito no País. Escrito pelo mexicano Victor Hugo Ráscon Banda, a peça, que estreia hoje, no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), em São Paulo, conta a história de quatro mulheres que migraram da Polônia para o México, fugindo da guerra política ou, simplesmente, buscando novas oportunidades.

Na Cidade do México, Joanna (Patrícia) decide transformar seu romance autobiográfico no filme Estação Varsóvia . Ewa (Selma Egrei), amiga de Joanna, é responsável pela produção do longa e está escolhendo as atrizes que estarão na adaptação, uma coprodução entre México e Estados Unidos. É a partir desse momento que as duas e as outras três mulheres se encontram. Aniela (Maria) e Bárbara (Martha) se candidatam ao papel de protagonista. A elas se junta Concha (Regina), assistente de Ewa em seu estúdio e única mulher não polonesa das cinco.

Com exceção de Concha, as outras personagens são amigas que se conheceram deixando a Polônia. Durante o processo da escolha da atriz principal, cria-se um jogo: a história real da vida das personagens se mescla coma tramado romance que está sendo levado ao cinema. A origem das mulheres e seus passados passam a ser apresentados com fragmentos imaginados por elas.

Para a diretora Lígia Cortez - que também é atriz, mas não atua na peça -, a mistura é o retrato do maior desejo dessas estrangeiras: o pertencimento. "Elas estão lutando para fazer parte da cultura dessa sociedade. Ao longo de todo o texto, é notável uma grande sensação de exílio", explica. Embora se tratem de personagens de outros países, a produção optou por não utilizar nenhum sotaque. "O México e a Polônia que aparecem no espetáculo são do imaginário. Estudamos e construímos as referências. Não há a intenção de reproduzir".

Sobre o interesse em montar um texto mexicano, a diretora explica que foi um desejo compartilhado com a atriz Martha Nowill, sua ex aluna de teatro. "Nós queríamos fazer uma peça juntas. Como eu tinha trabalho numa antologia de textos sul-americanos e havia feito a montagem de outro texto mexicano, escolhemos essa comédia", diz. O incentivo foi reforçado graças à parceria de Lígia com o autor, Victor Hugo Banda. A diretora conheceu o dramaturgo, que morreu de leucemia em 2008, numa viagem ao México e organizou com ele intercâmbios entre peças nacionais e mexicanas.

Mulheres que Bebem Vodka - Centro Cultural Banco do Brasil (Rua Álvares Penteado, 112). Tel. (011) 3113-3651. Estreia hoje. Até 11/11. De terça a quinta-feira, às 19h30. Ingressos: R$ 15. 14 anos.

    Leia tudo sobre: Teatro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG