Legado de Anne Frank retornará a Frankfurt para ganhar exposição

Mostra terá quadros, fotos, móveis e objetos da família da garota judia; versão original de seu famoso diário permanecerá em Amsterdã

EFE |

O legado de Anne Frank, a menina judia que registrou em um diário o período em que sua família esteve escondida dos nazistas em Amsterdã, voltará a Frankfurt, cidade onde ela nasceu, anunciaram nesta terça-feira (28) as autoridades locais.

Siga o iG Cultura no Twitter

Inúmeras peças da família, entre quadros, fotos, móveis, cartas e objetos de recordações serão entregues ao Museu Judaico de Frankfurt, onde serão guardados, expostos e colocados à disposição dos especialistas. No entanto, a versão original de seu famoso diário permanecerá em Amsterdã, onde o mesmo foi escrito.

Enquanto a perseguição da família constitui o eixo central da Casa-Museu Anne Frank de Amsterdã, o Museu Judaico de Frankfurt deverá centrar sua exposição na história familiar. "O dia de hoje marca o fechamento de um círculo, já que vamos traçar uma linha em comum entre as raízes da família e o futuro", declarou Buddy Elias, de 86 anos, primo de Anne Frank e presidente da fundação que leva o nome da jovem, que morreu em 1945, no campo de concentração de Bergen-Belsen.

Segundo Elias, a Fundação Anne Frank, localizada na cidade suíça de Basileia, preferiu se deslocar para Frankfurt por várias e boas razões, como o fato da cidade alemã possuir as raízes da família Frank. "Importantes instituições que se dedicam ao estudo da Alemanha nazista estão aqui", ressaltou. De acordo com ele, a editora Fischer de Frankfurt foi uma das que publicou e divulgou o famoso diário.

Alguns objetos da futura exposição permanente já se encontram na cidade alemã. No entanto, a maior parte dos objetos chegará ao museu somente quando sua reforma for encerrada. Segundo o Secretário Municipal de Cultura de Frankfurt, Felix Semmelroth, as mudanças serão concluídas somente em 2015, porém, a exposição será aberta muito antes dessa data.

O diretor do Museu Judaico de Frankfurt, Raphael Gross, assinalou que o Centro da Família Frank contará com três espaços: uma mostra permanente, um arquivo e um centro pedagógico e de estudo.

    Leia tudo sobre: Anne Frankhistóriaexposição

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG