Fotógrafo mostra "beleza" em destruição de estátuas de porcelana

Imagens são registradas no momento que se chocam com o chão e começam a se quebrar

BBC Brasil |

selo

Objetos de porcelana estáticos são transformados em atores de cenas de ação pelas lentes do fotógrafo alemão Martin Klimas, em sua série "Porzellanfiguren" (estatuetas de porcelana).

Klimas deixa cair os objetos de uma altura de três metros e os fotografa no instante em que se chocam ao piso com a ajuda de uma câmera ultra-rápida.

Figuras kitsch que retratam poses de artes marciais ganham movimento e parecem literalmente explodir em frente ao observador.

Segundo Klimas, o obturador da câmera é ativado pelo barulho do objeto ao tocar o piso, permitindo a ele capturar o exato momento em que a estatueta começa seu processo de desintegração.

"O resultado: imagens ultra-nítidas de beleza perturbadora – esculturas temporárias tornadas visíveis ao olho humano pela tecnologia de fotografia de alta velocidade", comenta o fotógrafo em seu site.

Segundo ele, a parte mais difícil de seu trabalho é a repetição, com a quebra de um grande número de objetos até que ele se depare com uma cena nova e visualmente interessante.

"Nesse sentido, sou um escultor, mas tenho somente 1/5000 de segundo para construir minha escultura", afirmou o artista em uma entrevista recente.

    Leia tudo sobre: fotografiaartemartin klimas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG