Famosa serigrafia de Warhol sobre Mao é vendida por US$ 938,5 mil

Obra composta por dez imagens estava cotada entre US$ 600 mil e US$ 800 mil

EFE |

A serigrafia "Mao" (1972) de Andy Warhol, um dos mais importantes símbolos americanos da arte pop, foi vendida nesta quinta-feira em Nova York por US$ 938,5 mil (aproximadamente R$ 1,4 milhão) em um evento organizado pela casa de leilões Phillips de Pury & Company.

EFE
Serigrafia "Mao", 1972, de Andy Warhol

Warhol (1928-1987) se inspirou no líder comunista chinês Mao Tsé-tung para fazer esta obra composta por dez imagens, que estava cotada entre US$ 600 mil e US$ 800 mil (aproximadamente entre R$ 939 mil e R$ 1,251 milhão).

O próprio artista chegou a comprá-la nos anos 70 e desde então pertenceu à sua coleção privada por quatro décadas.

A arte do pai da Pop Art também esteve representada no leilão de hoje por outros trabalhos como "Disaster Series" (1978), que estava avaliado em US$ 300 mil. Porém, essa obra que foi baseada em uma fotografia publicada na imprensa a qual mostra um trágico acidente de automóvel ficou sem comprador.

Já a sua criação "Reigning Queens: Queen Elizabeth II of the United Kingdom" foi vendida por US$ 62,5 e "Ads: The New Spirit (Donald Duck)" ficou em US$ 27,5.

    Leia tudo sobre: ArteWarhol

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG