Dramaturgo Alberto Guzik morre em SP

Também crítico e ator, Guzik lutava contra câncer de estômago

Denis Victorazo, especial para o iG Cultura |

Morreu ontem em São Paulo o crítico teatral, escritor, dramaturgo e ator Alberto Guzik, aos 66 anos. Ele lutava contra um câncer de estômago e estava internado desde fevereiro.

Guzik, apaixonado pelo teatro desde a infância, foi colunista e crítico do Jornal da Tarde e do Estado de São Paulo e conseguia, ao mesmo tempo, ser crítico de teatro e querido pela classe teatral.

Como escritor, Alberto Guzik lançou os livros O que é ser Rio e Correr e Risco de Vida .

AE
Alberto Guzik, em foto de 2009
Em 2003, ele havia retornado aos palcos como ator, no espetáculo Horário de Visita , de Sérgio Roveri. Na época, Guzik dizia que tinha deixado de "ser pedra para ser vidraça". A partir daí, encerrou a carreira de crítico, se dedicando a atuar na Companhia de Teatro Os Satyros, fechando assim, um ciclo iniciado há mais de cinquenta anos.

Como um dos fundadores da SP Escola de Teatro ele se despediu dos colegas e alunos em seu Blog dizendo: "Lembrem-se de que somos todos servidores de Dionisos, Evoé".

    Leia tudo sobre: Alberto Guzikteatro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG