Diretora Julie Taymor é afastada do musical "Homem-Aranha"

Espetáculo passará por mudanças e tem estreia adiada por tempo indeterminado

iG São Paulo, com Reuters |

A diretora Julie Taymor foi oficialmente afastada do musical da Broadway "Spider-Man: Turn Off the Dark", informaram produtores ao site da revista Variety. Os responsáveis por mudanças na peça serão o roteirista Roberto Aguirre-Sacasa e o diretor Philip William McKinley. O musical, que custou 65 milhões de dólares, teve sua estreia adiada da próxima terça-feira, 15, por tempo indeterminado. Segundo o jornal The New York Times, a peça pode atrasar mais três meses. Os produtores, no entanto, não confirmam a informação.

Criado pela diretora Julie Taymor com música composta por Bono e The Edge, do U2, o espetáculo já sofreu vários reveses. Agora, porém, é pouco provável que sua estreia aconteça antes de junho, enquanto são realizados novos ensaios e o elenco tem uma folga das apresentações de pré-estreia, segundo o jornal. É a sexta vez  que a estreia é adiada.

Se o fechamento por tanto tempo acontecer, será um dos maiores reveses já enfrentados pelo musical mais caro da Broadway, que já passou por custos que excederam o orçamento, vários membros do elenco e da equipe técnica que se machucaram e uma série de violações de segurança em decorrência de seus números ambiciosos com vôos no ar.

"Spider-Man" vem sendo exibido em pré-estreias desde o final do ano passado e vem se saindo bem na bilheteria, tendo arrecadado 1,28 milhão de dólares na semana passada, mas uma série de resenhas críticas altamente negativas e de problemas sem precedentes na Broadway está convertendo o musical em uma lenda entre as produções desastrosas já encenadas na Broadway.

    Leia tudo sobre: homem-aranhamusicalbroadway

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG