De manhã, Monarco supera clima de fim de festa da Virada Cultural

Veterano sambista carioca passou pelo palco República; cinemas serviram de dormitório e maratona Beatles segue firme

iG São Paulo |

Marco Tomazzoni
O sambista Monarco no palco República: saudações a Paulinho da Viola, Zeca Pagodinho e Maria Rita
O clima de fim de festa aos poucos começava a ser contornado na manhã deste domingo no Centro de São Paulo, na segunda parte da Virada Cultural 2011. Qualquer área gramada, em especial na Praça da República, Vale do Anhangabaú e Praça Ramos, servia de dormitório para quem passou a noite e a madrugada em claro. Não raro, garrafas do vinho que a prefeitura, sem sucesso, queria banir da festa estavam ao lado dos dorminhocos. Alheio a tudo isso, o veterano sambista carioca Monarco dava uma aula no palco montado na República.

Acesse as galerias de fotos da Virada Cultural 2011 - Parte 1 e Parte 2

O público não era grande, mas reagiu entusiasmado ao repertório do compositor de 77 anos, integrante da Velha Guarda da Portela. Acompanhado por violão, cavaquinho, trombone e três percussionistas, Monarco vez que outra errava o tempo, balançava as mãos, insatisfeito, e conversava com os músicos, mas nunca perdia a majestade. Conduzia tudo, isso sim, com experiência e compensava qualquer desajuste com sambas do quilate de "O Amanhã", "O Quitandeiro", "Ouço Uma Voz" e "De Paulo a Paulinho", homenagem a Paulo da Portela e Paulinho da Viola, que mais tarde encerra a programação da República.

Elegante, chapéu no cabeça para se proteger do sol, Monarco levantou quem passava pela praça com a belíssima "Quantas Lágrimas", que tem presença constante nos shows da Velha Guarda, e o sucesso "Coração em Desalinho", composta por ele em parceria com Ratinho de Pilares e recentemente tema de novela. "A música quando é boa", disse ele, "vai sozinha, sozinha até chegar ao mais alto pedestal; obrigado, Zeca Pagodinho e Maria Rita", completou, se referindo aos intérpretes mais famosos da canção.

Enquanto isso, o público sambava em meio ao lixo ainda acumulado em frente ao palco. Nas ruas, no entanto, uma verdadeira tropa de garis atuava, junto a caminhões e jatos d'água, para remover a sujeira – mesmo com a campanha da prefeitura para que as pessoas utilizassem as 4 mil lixeiras distribuídas pelo Centro, dava para ver que nem todo mundo aderiu ao conselho. Era notório, no entanto, a melhora em relação a edições anteriores do evento.

Marco Tomazzoni
Membro do grupo Beatles 4Ever vestido como John Lennon
No escurinho do cinema

Não eram só os gramados que serviam de repouso para o público. Enquanto Zé do Caixão assediava a mulher e assombrava os sonhos de um pobre coitado em "Delírios de um Anormal" (1978), no Cine Windsor, roncos interrompiam as risadas diabólicas do personagem. Várias pessoas estavam atiradas pelas poltronas, aproveitando o escurinho do cinema para tirar o sono atrasado. Havia até quem tirasse os sapatos e botasse as pernas no assento da frente. Mais atrás, adolescentes interagiam com os diálogos do filme e um casal, na prática, mostrava ter conhecimento da programação normal da sala, dedicada a produções pornô . No Cine Dom José, uma plateia bem menor acompanhava a exibição do filme-catástrofe "Terremoto", embora a situação fosse a mesma: muita gente descansava dos shows da noite anterior.

No Viaduto do Chá, o público acompanhava curioso a 3ª Exposição Anual de Carros Antigos, mas era embaixo que acontecia o maior sucesso até agora da Virada . Apesar da hora, centenas de pessoas acompanhavam atentas a performance de stand-up comedy de Robson Nunes. Falando de adolescência, metrô e parada gay, o ator e humorista arrancava gargalhadas da plateia.

Enquanto isso, a banda Beatles 4Ever começava a tocar no Bulevar São João a primeira das duas partes do "Álbum Branco" dos Beatles. O quarteto tem uma tarefa hercúlea: tocar, na ordem e todas as faixas, a discografia completa do quarteto de Liverpool. Apesar de ter começado a tocar às 18h de sábado, na manhã de domingo a banda aparentava disposição e fôlego ao cantar "Back in the USSR" e "Dear Prudence", caracterizados como Paul, John, George e Ringo. Enquanto isso, beatlemaníacos cantavam as músicas em uníssono.

Marco Tomazzoni
Exposição de carros antigos no Viaduto do Chá
A Virada Cultural conta com mais de 2.800 policiais civis e militares distribuídos em diversos pontos da cidade para garantir a segurança da população. O patrulhamento especial começou às 15h30 deste sábado e tem previsão de término para a zero hora de segunda-feira.

Na região central da cidade, os policiais militares ficarão em bases fixas, móveis e farão patrulhas a pé, em carros e motocicletas. Ao todo, 120 veículos estarão distribuídos no entorno e nos locais das apresentações. A Polícia Militar contará ainda com o helicóptero Águia 9 e o Olho de Águia, sistema de captura e transmissão de imagens de forma instantânea aos comandos, o que possibilita a visualização de possíveis ocorrências.

Confira as sugestões do iG e veja abaixo a programação dos principais palcos no fim da manhã e tarde deste domingo na Virada Cultural:

Palco Barão de Limeira
10h00 - Banda de Pau e Corda
14h00 - Renato Teixeira
16h00 - Falamansa
18h00 - Forroçacana

Palco São João
11h00 - Sossega Leão
13h00 - Ska Cubano (Cuba)
15h00 - Mad Professor (Jamaica) + Marty Dread
17h00 - Steel Pulse (Inglaterra)

Palco República
10h00 - Riachão
12h00 - Paulo Miklos e Quinteto em Branco e Preto: Noel
14h00 - Leandro Lehart (Maior Bateria do Mundo)
16h00 - Mart’nália
18h00 - Paulinho da Viola e Orquestra de Cordas de Curitiba

Palco Júlio Prestes
10h00 - Tihuana
12h00 - Charlie Brown Jr
14h00 - Plebe Rude
16h00 - Blitz
18h00 - RPM

Palco Arouche
11h00 - A Cor do Som
13h00 - Os Incríveis
15h00 - Los Straitjackets (EUA)
17h00 - Erasmo Carlos

Palco XV de Novembro
10h00 - Brasileirinhos - Paulo Bira
14h00 - Maria Alcina e Edy Star
16h00 - Daniel Gonzaga
18h00 - Jorge Mautner

Bulevar São João
Maratona: a banda Beatles 4ever toca todos os discos na sequência
00h00 - Help! - 1965
09h00 - White Album Vol. 1 - 1968
10h30 - White Album Vol. 2 - 1968
12h00 - Let It Be - 1969
13h30 - Abbey Road - 1970
15h00 - Past Masters Vol.1
16h30 - Past Masters Vol.2 - 1988

Palco Líbero Badaró
09h00 - Boris Savoldelli Voice Orchestra (Itália)
11h00 - Jashgawronsky Brothers (Armênia-Itália)
13h00 - Rumpilezz
15h00 - Tohpati Ethnomission (Indonésia)
17h00 - Soft Machine Legacy (Inglaterra)

Viaduto do Chá - Anhangabaú
Comédia Stand-Up
11h00 - Comédia 6 – Marlei Cevada - Raphael Veles - Maurício Meireles - Robson Nunes - Murilo Gun - Comida dos Astros
14h00 - Comédia 7 – Márcio Ribeiro - Hélio Barbosa - Luis França - Rodrigo Cáceres - Léo Lins - Cris Paiva
17h00 - Comédia 8 – Danilo Gentili - Murilo Couto - Comida dos Astros - Hélio Barbosa - Marlei Cevada

Pateo do Collegio
12h00 - Circo Zanni
13h30 - Gigantes de Ar – Pia Fraus
15h00 - Paraladibom – Cia Paraladosanjos
16h00 - Bichos do Brasil – Pia Fraus
19h00 - Pagliacci

Palco Estação da Luz
09h30 - Orquestra Fervorosa Convida Inezita Barroso
11h30 - Banda Sinfônica do Estado de São Paulo
14h00 - Balé Stagium
15h20 - Cisne Negro Cia de Dança
17h15 - Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo
18h00 - São Paulo Companhia de Dança e Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo

Coreto - Parque da Luz
Big Bands de São Paulo - (projeto Elefantes)
12h30 - Soundscape Big Band
16h10 - Orquestra HB

Piano na Praça
10h00 - Adylson Godoy (Baden Powell)
12h00 - Ogair Junior (Noel Rosa)
14h00 - Julia Tygel (Cartola)
16h00 - Luiz de Simone (Liszt 200 Anos)
18h00 - Lucila Novaes (Ari Barroso)

    Leia tudo sobre: monarcovirada culturalcinemabeatles

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG