Segundo responsáveis pelo programa, personagens "não têm uma orientação sexual"

Enio e Beto, da Vila Sésamo
Divugação
Enio e Beto, da Vila Sésamo
Os criadores do famoso programa de televisão infantil "Vila Sésamo" desmentiram nesta quinta-feira através do Facebook que os personagens Ênio e Beto sejam gays, em resposta a um pedido popular para que fosse realizado um casamento entre os dois.

A organização não lucrativa Sesame Workshop explicou na rede social que Ênio e Beto são "melhores amigos" e que foram criados para "mostrar às crianças que as pessoas podem ainda ser boas amigas daquelas que são muito diferentes delas mesmas".

Os personagens aparecem na televisão desde 1969 como dois companheiros de quarto com pontos de vista muito diferentes sobre as coisas.

Durante anos, fãs especularam sobre a possibilidade que os personagens representassem um casal gay e em 4 de agosto uma campanha foi lançada na internet através da página " Change.org " para recolher assinaturas para que Ênio e Beto "saíssem do armário" e subissem no altar.

A iniciativa não teve apoio do Sesame Workshop, que quis esclarecer que apesar dos personagens se identificarem como "masculinos e possuirem características humanas" seguem sendo "marionetes" e "não têm uma orientação sexual".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.