Confraria do Garoto espanta o azar na sexta-feira 13

Durante ato no centro da cidade grupo tocou samba e recebeu homenagem da Câmara Municipal do Rio

Bruna Fantti e Daniel Gonçalves, especial para o iG |

Muitos galhos de arruda, pimenta, samba e bolos foram distribuídos para quem passava pela Cinelândia, no Centro do Rio de Janeiro, para espantar o azar folclórico da sexta-feira 13. Até uma miss foi eleita para o dia: Taiza Oliveira sambou, vestida de maiô preto e com uma faixa na qual estava escrito "Miss Sexta-feira 13. Primeira e Única".

George Maragaia
Taiza Oliveira foi eleita a Miss Sexta-feira 13
 O ato foi promovido pela Câmara Municipal da cidade em uma homenagem a Confraria do Garoto, que completa hoje 40 anos. Representantes da Câmara homenagearam o grupo com a Medalha Pedro Ernesto – a maior congratulação oferecida pela Casa.

A Confraria é formada sempre por 13 integrantes que se reúnem toda sexta-feira 13. Por quatro décadas, eles brincaram, homenagearam e protestaram, sempre com bom humor, fazendo referência a fatos marcantes do Estado.

Em relação aos problemas da cidade, um dos mais antigos membros, Júlio Ribeiro Júnior, de 90 anos, recordou quando se sentou para pescar em um buraco na Rua do Rosário, no Centro, há dez anos. A via foi asfaltada poucos dias depois.

O grupo também marcou presença quando o navio Bateau Mouche afundou na saída da Baía de Guanabara, no Réveillon de 1988. Na época, eles jogaram pétalas de rosas no mar no local do acidente. Das cerca de 150 pessoas a bordo, 55 morreram.

O empresário Eike Batista seria promulgado hoje Grão Mestre dos Eméritos Cavaleiros da Ordem dos Cariocas da Gema. Ele enviou uma mensagem informando que não poderia comparecer, mas que estava honrado. “Eike é o Barão de Mauá do século XXI. O homem mais rico do Brasil se sentir honrado com a nossa homenagem, nos deixa muito emocionados”, afirmou Nelson Couto, Ministro Plenipotenciário da Confraria.

Ao iG , Nelson disse que tinha 58 anos, mas outro membro, Hercílio da Costa, 70, garantiu que o líder é mais velho do que alega. “Uma vez fui com ele no metrô e me ofereci para pagar. Aí ele disse que não precisava porque tinha gratuidade. A idade dele é um mistério na Confraria”, brinca.

Participaram da festa nas escadarias da Câmara Municipal a escola de samba Ilha do Governador, a banda do Colégio Dom Oton Mota, Dom Marching Band, o guarda municipal Gentileza, o presidente da Banda de Ipanema, Claudio Pinheiro, além de vereadores. Três bolos foram oferecidos.

    Leia tudo sobre: confraria dos garotossexta-feira 13câmara

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG