Confira os bastidores da peça "Doidas e Santas"

Peça narra os dramas do universo feminino e os dilemas de um casamento

Valmir Moratelli, iG Rio de Janeiro |


O texto de Martha Medeiros (autora de outro sucesso teatral, “Divã”) pega o público já no começo. A personagem Beatriz, vivida por Cissa Guimarães, se vê questionada. “Quando foi a última vez que você gargalhou para valer?”. A partir disso, ela coloca em xeque seu relacionamento de mais de vinte anos com o marido, Orlando, interpretado por Giuseppe Oristânio. Josie Antello, grávida de cinco meses e meio, em mais algumas semanas deixará o elenco. Ela vive três personagens – a mãe, a irmã e a filha de Beatriz.

George Magaraia
Cissa Guimarães e Giuseppe Oristânio: o casal que discute a relação na peça "Doidas e Santas"

A reportagem do iG acompanhou os bastidores da peça “Doidas e Santas”, no teatro Leblon, zona sul do Rio, que tem apresentação de quinta-feira a domingo, sendo duas aos sábados. Sucesso de público, a bilheteria já anuncia que a peça tem agradado não só às mulheres. Casais, solteiros e senhoras têm ido conferir o que é preciso para ser chamada de doida ou de santa.

Para Cissa, a peça serve como uma espécie de terapia de grupo. “Várias dessas mulheres vêm até mim, para poder falar que, graças ao que viram na peça, resolveram tomar o rumo de suas vidas. Isso é lindo, é uma coisa maravilhosa. Os homens se tocam muito com o texto, para minha grata surpresa. Não é peça ‘mulherzinha’, é para casal”, afirma.

Cissa chega, faz seus rituais e segue para o camarim. Aliás, o teatro tem dois minúsculos camarins, de menos de dois metros quadrados. Giuseppe, o único homem do elenco, tem que se contentar em ficar com uma cadeira, atrás do cenário, e se diverte com isso. É lá que ele se esconde para escovar os dentes antes de entrar em cena. “A preferência é das damas”, brinca ele, enquanto Cissa e Josie, cada uma com seu espelho, se maquiam e se vestem.

Momentos antes da peça começar, os três se reúnem e fazem uma breve oração, quase que aos sussurros. Com o público já em seus devidos lugares, as luzes se apagam e logo se reacendem. Cissa surge em cena. Serão cinco trocas de roupas, entre vestidos curtos e provocantes, permeados por um texto repleto de humor. Ainda que trate da separação de um casal e de todos os dramas familiares que isso provoca.

Confira na galeria abaixo as imagens do espetáculo

Serviço :
Peça “Doidas e Santas”
Teatro Leblon - Sala Tônia Carrero. Rua Conde de Bernadotte 26, Leblon. RJ
Tel. 21 2529-7700
Qui a sáb, às 21h30. Dom, às 20h. R$ 60 (qui e sex) e R$ 70 (sáb e dom)

    Leia tudo sobre: doidas e santascissa guimarãespeçabastidores

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG