"Thor" estreia na liderança na América do Norte, mas franquia de ação se dá melhor no resto do mundo

Vie Diesel foge de The Rock no Rio de Janeiro em cena de
Divulgação
Vie Diesel foge de The Rock no Rio de Janeiro em cena de "Velozes e Furiosos 5"
"Thor" estreou no topo nos cinemas da América do Norte, mas quem se deu bem no resto do mundo foi "Velozes e Furiosos 5" . A franquia de ação faturou US$ 86,6 milhões nas bilheterias internacionais, número inédito para a Universal Pictures. Apesar de ter registrado uma queda de 62% em relação ao recorde nos EUA na semana passada , o quinto filme da série, rodado parcialmente no Rio de Janeiro, acumula até agora US$ 324 milhões.

Já a aventura da Marvel chegou às salas norte-americanas somando US$ 66 milhões, estreia considerada de bom tamanho pela Paramount, a segundo maior do ano, atrás justamente de "Velozes". Nos 11 dias em que vem sendo exibido pelo mundo, "Thor" colocou em caixa US$ 242 milhões, superando franquias da Marvel como "X-Men" e "Quarteto Fantástico". O terceiro lugar nas bilheterias internacionais ficou com a animação "Rio", com US$ 16,2 milhões e total de US$ 292,3 milhões.

Nos EUA, o pódio foi completado pela comédia negra "Jumping the Broom", dirigida por Salim Akil. Na quarta posição, aparece a comédia romântica "O Noiva da Minha Melhor Amiga", que estreia na próxima sexta-feira no Brasil, e na quinta, "Rio".

"Um Novo Despertar" ("The Beaver"), drama dirigido e estrelado por Jodie Foster, ganhou estreia limitada nos cinemas norte-americanos e não teve o desempenho esperado. Considerado a chance de Mel Gibson, o protagonista, reabilitar sua carreira, o filme estreia no Brasil no fim de maio e será exibido pelo primeira vez no exterior em sessão especial no Festival de Cannes 2011 .

"Thor" e "Velozes 5" são a principal tentativa de recuperação de Hollywood, em um ano sombrio que viu uma queda de 14% nas bilheterias dos Estados Unidos. A indústria ainda espera ganhar mais terreno nas próximas semanas com as sequências de "Piratas do Caribe", "Se Beber Não Case"e "Kung Fu Panda."

null

* com Reuters

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.