Terra Sonâmbula ganha o FESTin

Filme de Teresa Prata vence a primeira edição do Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa

EFE |

Divulgação
Terra Sonâmbula : vencedor do FESTin
Terra Sonâmbula , baseado no romance homônimo do escritor moçambicano Mia Couto, venceu a primeira edição do Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa, FESTin, que termina hoje em Lisboa. O prêmio principal ficou com a obra dirigida por Teresa Prata, que narra a história de Muidinga, um menino que perde a memória e decide procurar a família durante a guerra civil em Moçambique. Já Kunta , do diretor de São Tomei e Príncipe Ângelo Torres, conquistou o prêmio de melhor curta-metragem, eleito pelo voto popular.

O FESTin começou no dia 4 de maio e exibiu mais de 40 produções na língua portuguesa. O objetivo é estreitar os vínculos culturais entre Portugal, Brasil, Moçambique, Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, São Tomei e Príncipe e Timor-Leste, os oito países de língua oficial portuguesa. A inclusão social foi um dos eixos desta edição, onde, entre outros filmes, foi projetado o documentário brasileiro Contratempo , obra da atriz e diretora Malu Mader, que explora os efeitos da música clássica nos jovens das conflituosas favelas cariocas.

O certame, que no próximo ano será realizado no Brasil e em Moçambique, está incluído nos dias culturais que a Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) organiza. Trata-se de um fórum multilateral com sede em Lisboa que reúne Portugal e suas antigas colônias.

    Leia tudo sobre: Terra SonâmbulaFESTin

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG