"Se Beber Não Case 2" atinge bilheteria histórica nos EUA

Fillme arrecadou R$ 217,5 milhões e foi seguido por "Kung Fu Panda 2", com R$ 107 mi

EFE |

"Se Beber Não Case 2", a sequência da comédia que foi a revelação do ano em 2009, recolheu US$ 137,4 milhões (R$ 217,5 mi) desde sua estreia na quinta-feira nos Estados Unidos. O dado surpreendeu o mercado, que classificou o filme como "R" ("Restricted", restringido a menores de 18 anos).

"Se Beber Não Case 2", dirigido por Todd Phillips e protagonizado por Bradley Cooper, Ed Helms e Zach Galifianakis, bateu o recorde de arrecadação para a estreia de uma comédia "R", superando a marca de "American Pie 2", e já está na lista das 10 comédias mais bem-sucedidas da história dentro da classificação.

Além disso, é a segunda melhor estreia classificada "R" da história, só atrás de "Matrix Reloaded" (2003) e ligeiramente na frente de "A Paixão de Cristo" (2004). Segundo dados do portal especializado "Box Office Mojo", os números obtidos durante este fim de semana festivo do Memorial Day nos EUA, são um recorde absoluto no país, graças em parte também aos US$ 68 milhões (R$ 107 mi) conquistados pela estreia em 3D de "Kung Fu Panda 2".

No entanto, "Kung Fu Panda 2", que conta em sua versão original com as vozes de Jack Black, Angelina Jolie e Dustin Hoffman, ficou abaixo das expectativas, levando em conta que o primeiro filme arrecadou US$ 60,2 milhões em um fim de semana de junho.

A terceira estreia foi para "Piratas do Caribe: Navegando em Águas Misteriosas", que arrecadou US$ 50,3 milhões entre sexta-feira e segunda-feira, somando sua bilheteria em US$ 164 milhões nos EUA. No quarto lugar aparece a comédia "Bridesmaids", com US$ 21 milhões, enquanto o filme de super-herói "Thor" caiu para a quinta posição com US$ 12 milhões.

No terreno independente dois filmes se destacaram: "Meia-Noite em Paris", presente em 58 salas do país, ficou em sétimo lugar, com US$ 3,5 milhões, e se confirma como um dos grandes sucessos na carreira de Woody Allen. Por sua vez, "A Árvore da Vida", vencedor da Palma de Ouro em Cannes e que estreou em quatro salas de Nova York e Los Angeles, se aproximou dos US$ 500 mil em bilheteria.

    Leia tudo sobre: cinema

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG