Saiba curiosidades da vida de Elizabeh Taylor

Pressionada a ser atriz pela mãe controladora, estrela revela em entrevista 25 coisas que o público desconhece

iG São Paulo com Reuters |

Reprodução
Elizabeth Taylor em 1948 com o noivo, William Pawley, na época filho do embaixador dos EUA no Brasil
Duas vezes premiada com o Oscar, Elizabeth Taylor, uma das superestrelas mais glamurosas de Hollywood, morreu nesta quarta-feira (23) em Los Angeles. Ela tinha 79 anos.

A atriz atuou em cerca de 55 filmes e seis filmes feitos para a televisão, além de participações em programas de TV do horário nobre e trabalhos de dublagem. Conheça algumas curiosidades sobre sua vida e as 25 coisas que ela garantia que o público não tinha conhecimento sobre sua vida.

"25 coisas que você não sabe sobre mim"

No final de 2010, Elizabeth Taylor concedeu uma das últimas entrevistas de sua vida à revista norte-americana US Magazine. Na ocasião, a atriz revelou uma lista de coisas que os fãs não sabiam sobre ela. Confira.

1 - "Antes de fazer filmes, eu tinha uma banquinha de limonada no sul da Califórnia."

2 - "Quando José Eber está viajando, adoro cortar meu próprio cabelo e o de qualquer outra pessoa."

3 - "Sou maluca por "Lei e Ordem" e assisti a todos os episódios. Meus filhos e Mariska Hargitay, uma atriz incrível, brincaram juntos quando eram crianças."

4 - "Me converti ao Judaísmo em 1959."

5 - "Meu nome judeu é Elisheba Rachel."

6 - "Meu primeiro cavalo se chamava Betty."

7 - "Não tive nenhum encontro antes dos 16 anos."

8 - "Minhas pernas são muito curtas."

9 - "O filme de que tenho mais orgulho é 'Quem Tem Medo de Virginia Woolf?'"

10 - "Nunca encaro um dia sem perfume."

11 - "Sonhei em criar um perfume 25 anos antes de fazê-lo."

12 - "Adoro suco de laranja sanguínea."

13 - "Minha primeira memória é de sentir dor."

14 - "Ainda tenho o coração partido por Richard [Burton] não ter ganho um Oscar."

15 - "Sinceramente não fico preocupada por envelhecer."

16 - "Nunca tentei atuar antes de 'Um Lugar ao Sol'."

17 - "Tenho nojo da quantidade de lendas sobre mim aceitas como fatos"

18 - "As pessoas no Twitter batizaram minha nova fragrância, Violet Eyes."

19 - "Nunca tive aulas de atuação, embora muitas pessoas achem que eu precise."

20 - "Nos meus 20 anos, quase perdi um olho e uma perna. Ainda tenho os dois."

21 - "Nervos são o adversário de todos os atores."

22 - "Odeio ser chamada de Liz, porque pode soar como vaia ("hiss", em inglês)."

23 - "Acredito que você pode estar perto de Deus em qualquer lugar."

24 - "Minha cachorra Dalila está apaixonada por meu gato Presa. E vice-versa."

25 - "Minha família e as pessoas com o vírus HIV são minha vida."

Informações sobre sua vida

Divulgação
Elizabeth Taylor posa ao lado da mãe, Sara
- Nascida em Londres em 27 de fevereiro de 1932, Elizabeth Taylor disse muitas vezes que não queria ser atriz, mas que foi pressionada por sua mãe a continuar com a carreira que a levou a ganhar milhões de dólares.

- Durante sua adolescência, ela foi controlada por sua mãe onipresente, a atriz Sara Sothern Taylor, e pelos estúdios Metro-Goldwyn-Mayer.

- Sua vida romântica começou quando ela tinha 17 anos e ficou noiva de um herói do futebol americano, Glenn Davis. Em seguida, ficou noiva de William Pawley, filho de um embaixador dos Estados Unidos no Brasil.

- Seu primeiro marido foi Conrad Hilton; em seguida, casou-se com o ator britânico Michael Wilding. Após a morte de seu terceiro marido, o produtor de cinema Mike Todd, em 1958, Taylor se envolveu em um triângulo amoroso com o cantor Eddie Fisher e a esposa deste, a atriz Debbie Reynolds, casando-se com Fisher a seguir.

- Elizabeth Taylor se casou oito vezes, duas das quais com o ator Richard Burton, com quem viveu sua relação mais tempestuosa. Ela se divorciou de Burton em 1974, casou-se novamente com ele em 1975 e divorciou-se mais uma vez, permanentemente, em 1976.

- Depois de Burton, Taylor teve dois maridos: o senador John Warner e Larry Fortensky. Seu casamento com Fortensky chegou ao fim em meados dos anos 1990.

- Em novembro de 1988 ela se internou na clínica Ford, supostamente devido a uma dependência de analgésicos que tomava por uma lesão nas costas, devida à qual foi submetida a várias cirurgias.

- Em fevereiro de 1997 Taylor participou de um especial da rede de televisão ABC chamado "Happy Birthday Elizabeth - A Celebration of Life", que comemorou seu aniversário de 65 anos e levantou fundos para pesquisas sobre a Aids.

- Dias depois ela foi hospitalizada para a extração de um tumor cerebral. A cirurgia foi bem-sucedida.

- Quando o ator Rock Hudson, que era seu amigo, morreu, em 1985, ela iniciou uma cruzada em prol dos doentes de Aids.

- Na década de 1990 Elizabeth Taylor desenvolveu uma série de perfumes que fez sucesso. 

Divulgação
Elizabeth Taylor em "Gata em Teto de Zinco Quente": talento como atriz colocado à prova
Carreira no cinema

- Pouco depois de completar 10 anos de idade ela conseguiu o papel principal no filme "Lassie", de 1942. Mas talvez seja mais recordada por sua atuação, dois anos mais tarde, em "A Mocidade É Assim Mesmo", sobre o amor de uma menina por um cavalo.

- Depois de fazer uma série de papéis do tipo "a menina da casa ao lado", o primeiro indício de seu potencial dramático foi vislumbrado em "Um Lugar ao Sol" (1950).

- Ela confirmou seu talento em 1958 quando representou Maggie em "Gata em Teto de Zinco Quente", baseado na peça de Tennessee Williams. O filme foi concluído semanas apenas após a morte em um desastre aéreo de seu terceiro marido, o rico produtor de cinema Mike Todd.

- O talento de atriz de Elizabeth Taylor só foi reconhecido de fato quando ela estava na casa dos 30 anos e recebeu dois Oscar da Academia – o primeiro em 1960 pelo papel de garota de programa em "Disque Butterfield 8" e o segundo em 1967 pelo papel de uma esposa alcoólatra em "Quem Tem Medo de Virginia Woolf?", baseado na peça de Edward Albee.

- Sua carreira no cinema prosperou, e em 1961 ela recebeu US$ 1 milhão pelo papel-título do malfadado "Cleópatra".

- Como a personagem do filme, que tem um caso tórrido com Marco Antonio, Elizabeth Taylor teve um amor tórrido com o intérprete deste – Richard Burton, ator galês com formação teatral clássica.

- Em 1994, depois de passar 14 anos distante das telas, Taylor retornou ao cinema com um papel pequeno em "The Flintstones - O Filme." Depois disso, anunciou que estava se aposentando do cinema.

Assista a trechos dos principais filmes da atriz:

Os maridos de Elizabeth Taylor; veja o vídeo:

    Leia tudo sobre: elizabeth taylor

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG