Quase um Tango abre mostra competitiva do Festival de Gramado neste domingo - Cinema - iG" /

Quase um Tango abre mostra competitiva do Festival de Gramado neste domingo

PORTO ALEGRE ¿ A 37ª edição do Festival de Cinema de Gramado será aberta na tarde deste domingo (09) com uma apresentação da Orquestra da Unisinos. Na sequência, a atriz Dira Paes receberá uma homenagem especial dos organizadores por seus 20 anos de carreira cinematográfica e aí sim, a maratona de filmes terá início na serra gaúcha.

Marco Tomazzoni |

Divulgação

"Quase um Tango", de Sérgio Silva, conta com Marcos Palmeira e Vivianne Pasmanter

O filme de abertura, às 19h, em uma sessão comemorativa, será o clássico Memórias do Subdesenvolvimento, celebrado documentário de 1968 do cubano Tomás Gutiérrez Alea que reflete o impacto da revolução de Fidel Castro na nação caribenha. Os curadores do festival ¿ Sérgio Sanz e José Carlos Avellar ¿ tem uma simpatia especial por essa geração de cineastas cubanos: no ano passado, Julio García Espinosa foi homenageado com o Kikito de Cristal, mas não pode recebê-lo por problemas de saúde.

No fim da noite, a competição de fato terá início com Quase um Tango, do gaúcho Sérgio Silva (Noite de São João). O longa é uma nova colaboração de Marcos Palmeira e Araci Esteves com o diretor, com quem já haviam trabalhado em Anahy de las Misiones, na retomada do cinema nacional. Com orçamento de R$ 2,8 milhões, a produção acompanha um rapaz interiorano (Palmeira) que, após uma decepção amorosa, se muda para Porto Alegre querendo refazer sua vida. O elenco ainda conta com Vivianne Pasmanter, que interpreta todas as mulheres do personagem principal.

Ag News

Dira Paes será homenageada

A exibição de longas latinos começa na segunda-feira e a de curtas brasileiros, só na terça. Para Sérgio Sanz, a expectativa para esse ano é a melhor possível, em especial pelo alardeado recorde no total de filmes inscritos. Espero que os filmes gerem muita discussão, porque só acredito que uma obra merece aparecer na imprensa quando é discutida, quando parte gosta e parte não gosta, quando não tem unanimidade, aponta o curador. Que falem bem ou falem mal, para que seja vivo o festival.

Além das mostras competitivas, Gramado também terá uma programação paralela com curtas-metragens gaúchos, um Panorama do Cinema, com filmes brasileiros e latinos, e uma série de documentários nacionais sobre música e poesia. Uma novidade para este ano é que o júri da crítica, geralmente organizado por profissionais do Rio de Janeiro, estará a cargo de especialistas gaúchos. A ideia é que, no futuro, a tarefa seja repassada para jornalistas de outras regiões. O júri popular, como nos anos anteriores, será formado por vencedores de concursos realizados por jornais do País.

Os ingressos para o público assistir ao vivo no Palácio dos Festivais às exibições dos filmes e homenagens estão à venda na bilheteria do local e na Internet . Os preços, salgados, variam de R$ 50 (mezanino) a R$ 70 (plateia).

Leia as últimas notícias do Festival de Gramado

    Leia tudo sobre: festival de gramado

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG