Premiê britânico pede a cineastas filmes que rendam bilheteria

Indústria de cinema do Reino Unido movimenta R$ 11,6 bilhões por ano

Reuters |

Divulgação
Cena de 'Quantum of Solace', filme do agente 007
O primeiro-ministro britânico, David Cameron, pediu nesta quarta-feira aos produtores independentes de cinema da Grã-Bretanha que concentrem seus esforços no sucesso nas bilheterias, antes de um relatório que será publicado na próxima semana sobre a política do governo para a indústria cinematográfica

A indústria de cinema contribui com um valor estimado de 4,2 bilhões de libras (R$ 11,6 bilhões) para a economia britânica a cada ano, desde filmes independentes a grandes sucessos, como os filmes da série "Harry Potter", que são produzidos na Grã-Bretanha mas financiados por estúdios de Hollywood.

Siga o iG Cultura no Twitter

"A indústria britânica de cinema, os talentos e habilidades que a sustentam, nossas indústrias criativas no sentido mais amplo, dão uma contribuição de 4 bilhões de libras à nossa economia e uma contribuição incalculável à nossa cultura", disse Cameron.

O premiê britânico visitará ainda nesta quarta-feira (dia 11) os estúdios Pinewood, onde filmes de sucesso como a série de James Bond foram filmados, para se reunir com empresas pequenas e médias envolvidas no cinema.

"Mas neste ano, quando estabelecermos grandes ambições para o futuro, quando os olhos do mundo estarão voltados para nós, acho que deveríamos ter alvos ainda mais altos, construindo em cima do sucesso incrível dos últimos anos", disse Cameron em comunicado.

"Nosso papel, e o papel do Instituto Britânico de Cinema, deve ser o de apoiar o setor para que ele se torne ainda mais dinâmico e empreendedor, ajudando produtores britânicos a criar filmes comercialmente bem-sucedidos que possam competir com a qualidade e o impacto das produções internacionais."

"Assim como a Comissão Britânica de Cinema teve um papel crucial em atrair os maiores e melhores estúdios internacionais para produzirem seus filmes aqui, devemos incentivar produtores britânicos a buscar novos mercados tanto aqui como no exterior."

    Leia tudo sobre: cinemaDavid Cameron

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG