Oscar de "Cidadão Kane" é vendido por R$ 1,5 milhão

Estatueta de melhor roteiro, ganha por Orson Welles em 1942, foi leiloada nesta terça-feira

Reuters |

Divulgação
Cena de "Cidadão Kane", de Orson Welles
A estatueta do Oscar que Orson Welles ganhou por "Cidadão Kane" - considerado um dos melhores filmes de todos os tempos - foi vendida por US$ 861,5 mil (cerca de R$ 1,5 milhão) na noite de terça-feira, apagando as lembranças de um leilão mal-sucedido há quatro anos.

O Oscar de melhor roteiro original entregue em 1942 - o único vencido por "Cidadão Kane" - não atingiu o preço de reserva, o menor lance válido, na última vez em que foi colocado à venda, em um leilão da Sotheby's de Nova York, em 2007. A expectativa da época era que fosse vendida por US$ 1 milhão.

Apesar de estar desgastado pelo tempo, o Oscar, vendido pela casa de leilões Nate D. Saunders, em Los Angeles, por um vendedor anônimo, tinha um preço de reserva de entre US$ 600 mil e US$ 1 milhão. Ofertas foram feitas de todo o mundo, no que a casa de leilões disse ter sido uma venda "emocionante".

"Isso é uma prova da popularidade de Orson Welles e de sua obra prima, 'Cidadão Kane'", disse em comunicado Nate D. Saunders, dono da casa de leilões.

A estatueta tem uma história que merece seu próprio filme de Hollywood. Welles perdeu o Oscar, mas ele reapareceu após sua morte, em 1985, ao ser colocado a venda em um leilão em 1994 por um fotógrafo que alegou ter recebido a estatueta de Welles como forma de pagamento.

    Leia tudo sobre: Cidadão KaneOrson WellesOscarCinema

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG