Filmes colocam pistoleiros contra vampiros, orientais no Velho Oeste e canibalismo

Com a estreia de "Cowboys & Aliens" nesta sexta-feira (dia 9), o faroeste ganha um novo exemplar de filme que mistura o gênero com elementos esquisitos - no caso, alienígenas. Porém, essa não é a primeira vez que o cinema brinca com o universo dos índios e cowboys.

Cena de
Divulgação
Cena de "Cowboys & Aliens", o novo representante dos filmes que misturam o faroreste com outros gêneros
Os monstros invadem o deserto

Não é recente a chegada de criaturas fantásticas no Velho Oeste. Em 1966, o filme "Billy the Kid vs. Drácula" mostrou o embate entre dois personagens famosos de gêneros distintos. No bizarro argumento, o Drácula viaja até os EUA para transformar a dona de um rancho em sua noiva. O problema é que a moça já é comprometida com o famoso pistoleiro Billy the Kid.

Os vampiros voltaram a assombrar o Oeste em 1987, pelas mãos da única diretora ganhadora do Oscar , Kathryn Bigelow. Apesar de ambientado nos anos 1980, "Quando Chega a Escuridão" mantém o clima dos faroestes, contando a história de um jovem do interior que é transformado em vampiro e passa a conviver com um grupo de criminosos.

Divulgação
Alienígena do faroeste "High Plains Invaders"
Em "Escavadores", de 2008, é a vez de os cowboys enfrentarem outras criaturas das trevas. No longa-metragem, um grupo de fazendeiros descobre que os desaparecimentos recentes não são executados por índios, mas por monstros que habitam o subsolo e, durante a noite, saem para se alimentar de pessoas em estado de decomposição.

Siga o iG Cultura no Twitter

Não tardou para que a ameaça viesse do espaço. Em 2009, antes, portanto, de "Cowboys & Aliens", insetos gigantes de outro planeta surgiram no filme feito para a TV "High Plains Invaders". Na história, os membros de uma pequena cidade são obrigados a enfrentar as gigantes criaturas encouraçadas que invadem o local. Para detê-los, e até derrubar sua nave espacial, os locais fazem uso de dinamite.

Orientais perdidos pelo Oeste

Lutadores de artes marciais e até samurais já foram incluídos em westerns. Em "Sol Vermelho", de 1971,  depois de resolver suas diferenças, um pistoleiro e um samurai (dupla formada por Charles Bronson e Toshiro Mifune) lutam para recuperar uma espada de ouro das mãos do vilão, papel do galã francês Alain Delon.

Apesar de semelhante, a trama de "Bater ou Correr", de 2000, envereda para o lado da comédia. Com um elenco encabeçado por Jackie Chan e Owen Wilson, o filme conta a história de um pistoleiro e um guerreiro chinês que trabalham juntos para salvar uma princesa chinesa. Uma das sacadas do filme é a brincadeira com o nome do personagem de Chan, Chon Wang, que acaba virando John Wayne - nome do ator mais famoso da história dos westerns.

Alguns dos personagens do faroeste
Divulgação
Alguns dos personagens do faroeste "Sukiyaki Western: Django", cujo elenco á majoritariamente japonês
Se a presença dos orientais nos faroestes não era tão grande, com "Sukiyaki Western: Django", de 2007, e "Os Invencíveis", de 2008, ela se torna maciça. No primeiro filme, o único par de olhos ocidentais pertence ao cineasta Quentin Tarantino, que faz uma ponta. Nele o diretor Takashi Miike transporta a histórica rivalidade dos clãs japoneses Genji e Heike para um Oeste fictício.

Já "Os Invencíveis" chama-se, no original, "The Good, the Bad, the Weird", em referência a "The Good, the Bad, the Ugly" [no Brasil "Três Homens em Conflito"], famoso filme estrelado por Clint Eastwood. Conta a história de três pistoleiros coreanos em busca de um tesouro no deserto da Manchúria. Apesar da homenagem ao faroeste, a cena final, um conflito armado entre os três, tem um desfecho diferente.

Psicodelia, canibalismo e viagem no tempo

Michael J. Fox como Marty McFly: jovem é laçado e arrastado em
Divulgação
Michael J. Fox como Marty McFly: jovem é laçado e arrastado em "De Volta para o Futuro 3"
Além dos monstros e da invasão oriental, o Velho Oeste foi palco de outras situações curiosas no cinema. Em "Mortos de Fome", de 1999, o militar interpretado por Guy Pearce é enviado a uma base no deserto, onde precisa lidar com a escassez de comida e o crescente canibalismo dos locais.

Já na ficção científica "As Loucas Aventuras de James West", que estreou no mesmo ano, a dupla formada por Will Smith e Kevin Kline precisa enfrentar a ameaça de um cientista que, após perder as pernas na Guerra Civil Americana, planeja destituir o presidente e dividir o país. Para isso, o vilão faz uso de tecnologia movida a vapor, como uma aranha gigante de metal.

Ainda na seara da ficção científica, a terceira parte da série "De Volta para o Futuro", de 1990, leva o jovem Marty McFly ao Oeste, em busca de seu amigo cientista Emmett Brown. Lá o jovem da década de 1980 passa por situações constrangedoras, como ser laçado e arrastado pela cidade, até entender como as coisas funcionam no deserto.

Em "Desejo de Vingança", filme francês de 2004 baseado nos quadrinhos de Jean Giraud, o xerife Mike Blueberry, papel de Vincent Cassel, precisa deter um assassino antes que ele alcance um santuário indígena. Antes disso, o homem da lei passa por uma experiência psicodélica ao ingerir peiote, um tipo de cacto utilizado pelos indígenas. Na tela, a "viagem" de Blueberry é representada em dez minutos por alucinações cheias de cores e efeitos.

A mais recente produção que brinca com os westerns é a animação "Rango", de 2011. Nela, um camaleão em crise de identidade (dublado no original por Johnny Depp) se perde pelo deserto e acaba tornando-se xerife de Poeira, um vilarejo habitado por lagartos, sapos e roedores. É lá que o novo homem da lei precisa desvendar o mistério em torna de uma crise causada pela escassez da água.

Cena da animação
Divulgação
Cena da animação "Rango", que brinca com os faroestes através do camaleão interpretado por Johnny Depp
O futuro do "faroeste esquisito"

Entre os próximos filmes que abordam o gênero de maneira diferente, destaca-se "Django Unchained", faroeste de Quentin Tarantino com estreia prevista para em 25 de dezembro nos EUA. O longa conta a história de um escravo negro liberto, papel de Jamie Foxx, em busca de vingança contra seu antigo senhor, interpretado por Leonardo DiCaprio.

Já o cineasta John Carpenter anunciou que está escrevendo um roteiro para o que ele definiu como um "faroeste gótico". Apesar de ainda não contar com o apoio de nenhum estúdio, o diretor de "Os Aventureiros do Bairro Proibido" disse em entrevista a revista Fangoria que gostaria de ter a atriz Amy Adams no papel principal.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.