O Larry David da televisão

O protagonista do novo Woody Allen é simplesmente um dos gênios ácidos dos seriados, desconstruindo a si mesmo em Segura a Onda

Bruno Carvalho, colunista do iG |

O ator, comediante e produtor Larry David, o protagonista de Tudo Pode Dar Certo , de Woody Allen, foi também o responsável por um dos maiores sucessos da televisão mundial, a comédia Seinfeld . Larry desenvolveu seu próprio show na HBO, a aclamada Segura a Onda (Segura a Onda, HBO), série recém-renovada para seu 8º ano. Inicialmente concebida como um especial em que Larry interagia sem roteiros com um elenco de amigos e convidados, a produção acabou levando para a TV paga americana (mais flexível com relação a restrições) alguns temas e situações que não podiam ser exibidos em Seinfeld .

Divulgação
Cartaz norte-americano da série Segura a Onda

De fato, ainda que Segura a Onda seja fictícia, ela nada a braçadas no formato mockumentary, um “documentário humorístico”, pois Larry David interpreta uma versão subversiva, comicamente intensificada e às vezes até absurda de si mesmo, não raramente incorporando, expondo e dramatizando elementos de sua vida em prol do humor.

Na 7ª temporada, por exemplo, a trama envolveu os preparativos do que seria o programa de “reunião” do elenco de Seinfeld na TV. Repleta de metalinguagem, sátiras ao meio e contando com todos os atores da famosa sitcom estrelada por Jerry Seinfeld nos anos 90, a temporada acabou marcando a volta definitiva daquele elenco num mesmo estúdio.

Maníaco-depressivo, azarado e intensamente inconformado com cada pequena “injustiça” do mundinho à sua volta, o Larry David da TV faz sucesso justamente por dizer em cena, sem qualquer pudor, aquilo que uma pessoa normal teria vontade de exprimir nas várias situações desconfortáveis e embaraçosas do dia-a-dia, mas seria incapaz. Ele desfaz amizades, perde propostas de trabalho, briga com a mulher, mas nunca leva um desaforo para casa. Aliada a excelentes e afiadas atuações de humoristas de peso, Segura a Onda é mais uma comédia infalível sobre o “nada”, com o sempre divertido toque da técnica da improvisação, aqui aperfeiçoada por este gênio da comédia moderna.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG