Movimento pró-Belas Artes faz pressão por tombamento

Cinema, um dos mais tradicionais de São Paulo, está ameaçado de fechar no final do mês

Agência Estado |

O tom mudou. Dias atrás, o cineasta e sócio proprietário do Belas Artes, André Sturm, imaginava que as retrospectivas Sucessos do Belas Artes e Clássicos Cult (que começam amanhã) seriam a despedida do cinema mais tradicional da cidade de São Paulo - que, até segunda ordem, fechará suas portas no próximo dia 27. Ontem, ao falar com o Jornal da Tarde, André Sturm estava bem mais otimista.

"Ainda espero novidades. Muita gente está se mobilizando para que a gente reverta a situação. A Associação Paulista de Cineastas, por exemplo, já pediu o tombamento do imóvel. Quem sabe..."

A movimentação pró-Belas Artes tem ganhado aliados de peso. Sabe-se que o prefeito Gilberto Kassab já ligou para Sturm empenhando solidariedade. A causa do cinema também conta com a simpatia dos secretários de Cultura do Estado e do Município, respectivamente, Andrea Matarazzo e Carlos Augusto Calil.

Nos bastidores, a ideia de tombamento ganha força. O problema é que o Condephaat (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado de São Paulo) ainda não está totalmente estruturado nesta nova gestão de Geraldo Alckmin. O tempo (ou a falta dele) pode ser um complicador.

Além disso, dois protestos devem ocorrer nos próximos dias. Um deles no próximo sábado, às 17h, em frente ao cinema - que conta com o apoio dos funcionários do Belas Artes. O outro, dia 17, deverá ter como destino a casa do proprietário do imóvel, Flávio Maluf.

Enquanto o imbróglio continua, a pedida é acompanhar as retrospectivas e assistir ao que pode ser o último Noitão. A partir de amanhã, os cinéfilos terão dois horários especiais no Belas Artes. Às 18h30 serão exibidos os Sucessos do Belas Artes, e, às 21 horas, os Clássicos Cult. Os ingressos custam R$ 4.

Amanhã, a partir das 23h50, tem o Noitão - com cinco filmes exibidos na sequência. "Selecionamos filmes que gostaríamos de ver exibidos no Belas Artes e os grandes sucessos do nosso espaço", diz Sturm. O cinema fica na Rua da Consolação, 2.423.

    Leia tudo sobre: Belas Artes

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG