Morre Maria Schneider, de "Último Tango em Paris"

Atriz provocou escândalo na década de 1970 ao lado de Marlon Brando

iG São Paulo, com AFP |

AFP
Atriz Maria Schneider, em foto de 2003
A atriz francesa Maria Schneider, protagonista do filme "Último Tango em Paris" (1972) ao lado de Marlon Brando, morreu nesta quinta-feira em Paris aos 58 anos em consequência de um câncer, informou a família.

Maria tinha 19 anos quando protagonizou "Último Tango em Paris", dirigido pelo cineasta italiano Bernardo Bertolucci. Cheio de cenas de nudez, o filme provocou escândalo na década de 70. Três anos após o filme, Maria estrelou "O Passageiro - Profissão Repórter", ao lado de Jack Nicholson.

Filha do ator francês Daniel Gélin e de Marie-Christine Schneider, dona de uma livraria, Maria nasceu em 27 de março de 1952, em Paris. Sua última aparição no cinema foi em 2008, no filme "Cliente", de Josiane Balasko.

Em uma entrevista concedida ao jornal britânico "Telegraph" em 2006 , Schneider fala sobre uso de drogas e até de uma internação em uma instituição para doentes mentais, e afirma que seu único arrependimento era ter atuado em "Último Tango em Paris":

“Se eu pudesse voltar no tempo, teria dito não. Teria feito meu trabalho gradualmente, discretamente. Eu teria sido uma atriz, mas de maneira mais tranqüila”. O colunista do iG Ricardo Calil comentou a história em seu blog .

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG