Morre aos 92 anos o roteirista e poeta italiano Tonino Guerra

Escritor trabalhou com cineastas como Antonioni e Fellini, com o qual ganhou o Oscar por "Amarcórd", filme de 1973

iG São Paulo com Reuters |

AFP
O roteirista e poeta italiano Tonino Guerra
O poeta e roteirista Antonio Guerra, conhecido como Tonino Guerra, morreu nesta quarta-feira em Santarcangelo di Romagna, na Itália, aos 92 anos, segundo uma nota da prefeitura.

Siga o iG Cultura no Twitter

Guerra, nascido em 1920, foi enviado a um campo de concentração em 1943, onde escreveu seus primeiros poemas.

No início da década de 50, já com um livro de versos publicado no dialeto romagnolo ("I Scarabócc"), mudou-se para Roma, onde começou uma longa e bem sucedida carreira como roteirista.

Trabalhou com diversos cineastas, como Theo Anghelopulos, Andrei Tarkovski e os irmãos Taviani, entre outros. Mas foi com Michelangelo Antonioni e Federico Fellini que se destacou.

Ao lado de Antonioni fez 12 filmes, dentre os quais "Blow Up", de 1966, e "Zabriskie Point", de 1970, que retrata a contracultura norte-americana.

Com Fellini, Tonino realizou clássicos como "E La Nave Va", de 1983 e o vencedor do Oscar "Amarcórd", de 1973.

Durante os anos 80 Tonino Guerra escreveu e publicou várias obras narrativas, poemas e uma peça de teatro. Seu último livro em italiano é "L'orto d'Eliseo", de 1989.

    Leia tudo sobre: tonino guerracinemaitáliafelliniantonioni

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG