"Missão Madrinha de Casamento" une humor desbocado e espírito feminino

Comédia tira sarro da indústria matrimonial, mas mantém pé nos filmes que as mulheres gostam

Marco Tomazzoni, iG São Paulo | 22/09/2011 18:13

Texto:
enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios

Uma das maiores surpresas nas bilheterias em 2011, junto com "Os Smurfs", "Missão Madrinha de Casamento" coroa um ano de ouro para as mulheres nas comédias de Hollywood. Seguindo o exemplo do entretenimento exclusivamente masculino, liderado por "Se Beber, Não Case", elas enveredaram pelo terreno do humor adulto, com piadas non-stop, escatologia e linguagem desbocada. A diferença é que, ainda assim, "Missão Madrinha" manteve o espírito das produções femininas – criou um híbrido entre comédia e "chick flicks", os filmes regados a amor e romance que elas adoram. Funciona como se fosse uma comédia romântica distorcida e, por isso mesmo, deliciosa.

Foto: Divulgação Ampliar

Elenco de "Missão Madrinha de Casamento": mulheres protagonizam a ótima comédia de humor desbocado

Foi a chance de Kristen Wiig ter seu primeiro papel como protagonista. Egressa do programa "Saturday Night Live", assim como a colega Maya Rudolph, Wiig teve participações discretas em filmes como "MacGruber" e "Férias Frustradas de Verão", mas a amizade com o produtor e diretor Judd Apatow ("Ligeiramente Grávidos", "Superbad - É Hoje", "O Virgem de 40 Anos") foi o que lhe deu a chance do estrelato.

Também roteirista, Wiig é uma comediante muito talentosa. Além de caras e bocas, tem timing preciso e repertório variado – imita desde Hitler a um pênis (isso mesmo). Vê-la, então, lado a lado com Rudolph, com quem dividia esquetes no "SNL", é um prazer. Essa intimidade e vivência foi todinha repassada para as telas.

Foto: Divulgação

Maya Rudolph e Kristen Wiig: intimidade e vivência das comediantes foi repassada para as telas

As duas interpretam Annie (Wiig) e Lillian (Rudolph), melhores amigas desde a infância, numa relação pautada pelo humor (nenhuma surpresa) e sinceridade. Dona de uma confeitaria falida e abandonada pelo namorado, Annie tem um emprego miserável, um amante canalha (Jon Hamm, de "Mad Men"), auto-estima abaixo do joelho e é obrigada a dividir o apartamento com um excêntrico casal de irmãos ingleses. Lillian também anda preocupada com o namorado – "ele não para de me chamar de 'cara'", confessa –, mas era tudo disfarce para um pedido de casamento.

Siga o iG Cultura no Twitter

Annie, claro, acaba escolhida como madrinha-de-honra, responsável por ser o braço-direito da noiva, prestando assistência na cerimônia, organizando o chá de panela, a despedida de solteira e toda uma relação infindável de tarefas. No auge da carência e de bolsos vazios, não era muito bem o que ela queria.

A lista de madrinhas é completada por uma recém-casada fanática pela Disney, uma mãe de três garotos impossíveis e pela rechonchuda cunhada da noiva (Melissa McCarthy), que rouba todas as cenas em que aparece. O conflito surge na forma de Helena (Rose Byrne), ricaça artificial que é a cara de Céline Dion, disposta a tomar tanto o posto de melhor amiga de Lillian quanto de madrinha-de-honra.

Incansável, "Missão Madrinha de Casamento" não deixa a bola cair, jogando as piadas de um lado para o outro sem parar. O roteiro escrito por Wiig e Annie Mumolo – que faz uma ponta numa viagem de avião – se apoia na comédia de erros, em flatulência e coisas piores (graças a uma churrascaria brasileira com sotaque hispânico) e também, sua parte mais valiosa, no dia-a-dia feminino.

O pulo do gato não é só tirar sarro da indústria do casamento e da insegurança da mulher, que chega ao cúmulo de sair da cama de mansinho para se maquiar e fazer de conta que acorda esplendorosa. Por trás das risadas, está a história de uma forte amizade e a expectativa para o romance entre Annie e o policial Rhodes (Chris O'Dowd). No fim das contas, o típico filme de Judd Apatow, com casca de humor desconcertante e polpa politicamente correta.

O que, no caso de "Missão Madrinha de Casamento", funciona sem problemas, pelo talento das atrizes e honestidade dos personagens. Difícil não se envolver e torcer junto com eles. E rir, rir muito. Que a patente dessa invenção seja de domínio público.

Veja o trailer de "Missão Madrinha de Casamento"

Texto:
enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG


Previsão do Tempo

CLIMATEMPO

Previsão Completa

  • Hoje
  • Amanhã

Trânsito Agora

INDICADORES ECONÔMICOS

Câmbio

moeda compra venda var. %

Bolsa de Valores

indice data ultimo var. %
  • Fonte: Thomson Reuters
Ver de novo