Ministro da Cultura comemora marca histórica

Juca de Oliveira agradece aos cineastas brasileiros pela conquista de mais da metade das salas do país

iG São Paulo |

Divulgação
Wagner Moura em "Tropa de Elite 2": filme é o grande responsável pelo domínio dos cinemas brasileiros
O Ministro da Cultura, Juca de Oliveira, parabenizou os diretores, atores e todos os demais realizadores dos filmes que colaboraram para a marca de história de 51,6% das salas de exibição ocupadas por produções nacionais - fato documentado pelo iG nesta quarta-feira .

Atribuindo o feito a sintonia dos filmes com "a sensibilidade do público brasileiro", o ministro acredita se tratar de um novo caminho para a indústria do país, fruta da combinação de qualidade e capacidade para atrair o espectador.

A expectativa da indústria é que encabeçados por "Tropa de Elite 2", os longas nacionais batam o total de 22 milhões de pessoas que prestigiaram as produções brasileiras em 2003, ano considerado até hoje como o melhor desde a retomada.

    Leia tudo sobre: Juca de OliveiraTropa de elite 2

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG