Mark Wahlberg desculpa-se por comentários sobre 11 de setembro

Ator norte-americano disse que se estivesse no avião teria impedido o ataque terrorista contra as Torres Gêmeas

AFP |

Mark Wahlberg desculpou-se nesta quarta-feira (18)  pelos comentários que fez sobre os ataques de 11 de setembro de 2001 em Nova York, nos quais afirmou que poderia ter controlado os sequestradores e salvado a aeronave.

Siga o iG Cultura no Twitter

O ator de 40 anos, cujo último filme, "Contraband", liderou as bilheterias norte-americanas no último fim de semana, disse que seus comentários foram "irresponsáveis" e "insensíveis".

Wahlberg, que foi nomeado ao Oscar no ano passado por "O Vencedor", fez a declaração à revista Men's Journal, quando questionado sobre o que teria feito se estivesse em um dos aviões que se chocaram contra as Torres Gêmeas.

"Se eu estivesse nesse avião com meus filhos, não teria acontecido o que aconteceu", disse à revista.

"Teria derramado um monte de sangue nessa cabine de primeira classe e depois teria encerrado dizendo: 'está tudo bem, vamos aterrissar de forma segura em algum lugar, não se preocupem'".

Em um comunicado divulgado por seu empresário, Walhberg - que era conhecido como o rapper Marky Mark quando mais jovem - desculpou-se pelas declarações.

"Em primeiro lugar, especular sobre essa situação é ridículo. E sugerir que eu teria conseguido fazer algo diferente dos demais passageiros foi irresponsável", declarou.

"Peço sinceras desculpas às famílias das vítimas, porque minha resposta foi insensível e certamente não foi essa minha intenção", completou.

    Leia tudo sobre: mark wahlbergcinema11/09atentadosnova york

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG