Maria Gadú encerra ¿Brazilian Film Festival¿ de Miami

¿Salve Geral¿ leva quatro prêmios, incluindo melhor filme por júri popular

Valmir Moratelli, enviado a Miami (EUA) |

Mariana Vianna/ Divulgação
Maria Gadú encerrou o Brazilian Film Festival Miami cantando seus sucessos

O longa “Salve Geral” foi o grande vencedor na noite de encerramento da décima quarta edição do “Brazilian Film Festival Miami”, na noite de sábado (21), no Lincoln Theatre, em Miami Beach. O drama dirigido por Sérgio Rezende e estrelado por Andréa Beltrão conquistou quatro prêmios na cerimônia apresentada pelas atrizes Camila Morgado e Natália Lage: Melhor Filme da Mostra Competitiva segundo o júri oficial e voto do público, além de Melhor Direção (Sérgio Rezende) e Montagem (Marcelo Moraes). A cantora Maria Gadú soltou a voz em alguns dos seus maiores sucessos, embalando a noite de festa.

Houve empate na categoria Melhor Filme por voto popular, com os espectadores consagrando, além da ficção “Salve Geral”, o documentário “Dzi Croquettes”, de Tatiana Issa e Raphael Alvarez. Promovido pela Inffinito, o “Brazilian Film Festival” é o mais antigo do Circuito Inffinito de Festivais, que há 15 anos leva o cinema brasileiro a cidades como Nova York, Vancouver, Londres, Roma, Madri, Barcelona, Buenos Aires e Montevidéu.

Confira os vencedores em todas as categorias.

Júri oficial em longa-metragem

Melhor Filme: “Salve Geral”, de Sérgio Rezende

Melhor Documentário: “Beyond Ipanema - ondas brasileiras na música global”, de Guto Barra

Melhor Direção: Sergio Rezende, por “Salve Geral”

Melhor Ator: Irandhir Santos, por “Olhos Azuis”

Melhor Atriz: Nanda Costa, por “Sonhos Roubados”

Melhor Roteiro: Paulo Halm, por “Histórias de amor duram apenas 90 minutos”

Melhor Fotografia: Nonato Estrela, por “Olhos Azuis”

Melhor Som Direto: Jorge Saldanha, por “O Bem Amado”

Melhor Edição de Som: Dimitri Tisseyre, Jonathan Chiles e Pedro Sanctos, por “Beyond Ipanema - ondas brasileiras na música global”

Melhor Montagem: Marcelo Moraes, por “Salve Geral”

Melhor Direção de Arte: Cláudio Amaral Peixoto, por “O Bem Amado”

Prêmio especial do júri: Amanda Diniz, por "Sonhos roubados"

Mariana Vianna/ Divulgação
A noite foi comandada por Camila Morgado e Nathalia Lage, nas duas laterais da foto acima. José Wilker foi curador desta edição do Brazilian Film Festival Miami

Júri oficial em curta-metragem

Melhor Filme – “O Troco”, de André Rolim

Melhor Direção: Rodrigo Diaz Dias, por “Depois do Almoço”

Melhor Roteiro: Elzemann Neves, por “Depois do Almoço”

Melhor Fotografia: Pedro Urano, por “Superbarroco”

Melhor Direção de Arte: Juliano Dorneles, por “Recife Frio”

Júri popular

Melhor curta-metragem: “O Troco”, de André Rolim

Melhor longa-metragem: “Salve Geral”, de Sérgio Rezende, e “Dzi Croquettes”, de Tatiana Issa e Raphael Alvarez

* O repórter viajou a convite do Festival.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG